Notícias

Canonical reduziu investimentos, demitiu e teve lucro maior

0
Canonical reduziu investimentos, demitiu e teve lucro maior

Para o ano fiscal da Canonical que termina em 31 de março de 2018, a empresa por trás do Ubuntu acaba de divulgar seus últimos documentos financeiros no Reino Unido. Estes documentos foram divulgados pela Companies House do Reino Unido e dão uma ideia do desempenho financeiro da Canonical. O período é contado a partir da mudança de foco em 2017. Naquele ano, a empresa priorizou a lucratividade e encerrou o trabalho junto ao Unity 8 e móvel/convergência. Os números mostram a demissão de uma parte considerável da equipe envolvida no processo. Então, confira neste post que a Canonical reduziu investimentos, demitiu e teve lucro maior.

Os documentos comprovam: a Canonical reduziu investimentos, demitiu e teve lucro maior

A Canonical tinha US $ 110 milhões (aproximadamente R$ 400 milhões na cotação atual) em receita para o ano que terminará em 31 de março de 2018. Na verdade, esse valor caiu em relação ao ano anterior. Em 2017 foram investidos US $ 126 milhões. Apesar de ser menor que no ano passado, o valor é maior do que os US $ 106 milhões e US $ 95 milhões que eles tinham nos anos anteriores.

O lucro operacional da Canonical subiu de US $ 2,0 milhões em 2017 para US $ 6,2 milhões no ano fiscal de 2018. O lucro e resultado bruto total chegou a US $ 11,1 milhões, comparado a uma perda de 8,8 milhões no ano de 2017.

Redução de funcionários

O número médio de funcionários caiu de 566 para 443. A demissão de mais de 120 funcionários foi causada pelo fim do desenvolvimento do Unity 8. Além disso, outras áreas sofreram corte de pessoal. A empresa passou a se concentrar nos setores de nuvem/servidor mais lucrativos. Devido ao menor gasto com funcionários, os custos foram reduzidos em dezesseis milhões no ano.

Este também foi o primeiro ano em que Neil French substituiu Jane Silber como diretora de longa data da Canonical. Sua remuneração foi de apenas US $ 224 mil, contra US $ 730 mil pelo último ano de Jane na empresa.

Lucro e sustentabilidade

Esses números continuam se movendo na direção certa para a lucratividade e sustentabilidade a longo prazo da Canonical e, portanto, do Ubuntu. No início de 2018, a Canonical anunciou que iria realinhar seu ano fiscal.

Então, eles acabaram de encerrar o ano fiscal encurtado de 2019 esta semana. No entanto, esses números ainda não estão disponíveis, o que deve ocorrer nos próximos meses. De acordo com o balanço divulgado, não está prevista nenhuma oferta pública de ações (IPO) até pelo menos 2020.

Via

Claylson
Jornalista com pós graduações em Economia, Jornalismo Digital e Radiodifusão.

Fuchsia rodará aplicativos Android

Previous article

Como instalar o novo Terminal Tilix 1.8.7

Next article

You may also like

More in Notícias