in

Como instalar o Android no Raspberry Pi

Veja um simples passo a passo sobre como instalar o Android no Raspberry Pi 3.

Como instalar o Android no Raspberry Pi
Como instalar o Android no Raspberry Pi. Imagem: Reprodução / IoT Tech Trends.

Quando você pensa em um Raspberry Pi, provavelmente imagina este computador de placa única executando alguma variante do Linux. Isso faz sentido, pois há muita coisa que você pode fazer com a combinação de um Pi e sua distribuição Linux favorita. Porém, o Linux está longe de ser o único sistema operacional que será executado em um Raspberry Pi. Se você estiver se sentindo especialmente aventureiro, pode instalar e executar o Android em um Raspberry Pi.

Por que instalar o Android no Raspberry Pi?

Existem alguns motivos pelos quais você pode instalar o Android no seu Raspberry Pi. Se você é um desenvolvedor de Android, por exemplo, é uma maneira barata de adicionar outro dispositivo para teste em seu arsenal. Todavia, essa não é a única razão.

O suporte à tela sensível ao toque está melhorando no Linux, mas ainda não é fantástico. Se você estiver montando um projeto com uma tela sensível ao toque, o Android provavelmente será sua melhor aposta. Os desenvolvedores do Android tiveram tempo de sobra para trabalhar no multitoque e em outros recursos, por isso é bom aproveitar esse suporte.

Antes que você comece

Este guia se concentra na execução do Android nas placas de modelo Raspberry Pi 3 e 3B+. As versões mais antigas não são poderosas o suficiente e ainda não existe uma versão oficialmente suportada para o Raspberry Pi 4. Os usuários tentaram, com diferentes níveis de sucesso, executar o Android no Raspberry Pi 4, mas está longe de funcionar tão bem quanto nos modelos Raspberry Pi 3.

Como instalar o Android no Raspberry Pi
Raspberry Pi. Imagem: Reprodução / IoT Tech Trends.

Você também precisará de algumas coisas antes de começar. Obviamente, você precisa de um Raspberry Pi e de uma fonte de alimentação. Além disso, uma tela, de preferência uma tela sensível ao toque. Caso contrário, você também precisará de um mouse e teclado. Por fim, você precisará de um cartão microSD com pelo menos 16 GB de capacidade.

Coloque o Android em seu cartão SD

Para preparar o cartão SD, você precisará de duas coisas. Primeiro, você precisa baixar o Android para Raspberry Pi 3. Você também precisará de uma ferramenta para gravar a imagem no seu cartão SD. Se você não tiver certeza sobre qual escolher, recomendamos o download do balenaEtcher.

Agora, verifique se o seu cartão SD está inserido no seu leitor de cartão. Esse processo apagará tudo em sua unidade. Verifique se você fez o backup.

Agora, inicie o balenaEtcher e clique em “Selecionar imagem” e escolha o arquivo de imagem do Android para Raspberry Pi 3 que você baixou. Clique em OK e o balenaEtcher gravará o sistema em seu cartão.

Inicialize o sistema operacional

Agora que o cartão está gravado, você está pronto para inicializar seu dispositivo com Android. Isso levará um tempo e você perceberá que o sistema operacional parecerá estar rodando muito lentamente.

Depois de um ou dois minutos, o desempenho deve melhorar. A partir daqui, você pode se conectar ao Wi-Fi, a menos que já esteja conectado via Ethernet. Os aplicativos padrão estão incluídos, mas você pode usar uma alternativa ao Google Play, como o F-Droid.

É simples instalar o Android no Raspberry Pi

Como você pode ver, realmente não há muito envolvido na execução do Android no Raspberry Pi. Obviamente, se você usa um Raspberry Pi 4, não será fácil, pelo menos por enquanto. Depois que os desenvolvedores começarem a prestar atenção nesse aspecto, veremos a mudança chegar.

Neste artigo, você aprendeu como instalar o Android no Raspberry Pi.

Se gostou, não deixe de compartilhar!

Fonte: IoT Tech Trends

Leia também: Oracle construiu um super computador Raspberry Pi

Escrito por Leonardo Santana

Astrônomo amador e eletrotécnico. Apaixonado por TI desde o século passado.

Conheça 6 programas de design gráfico para Linux

Conheça 6 programas de design gráfico para Linux

Google lança site para ajudar empreendedores em sua jornada on-line