Firefox terá gerenciador de tarefas próprio

As boas notícias não param de chegar da Fundação Mozilla. Agora, foi anunciado que o Firefox terá gerenciador de tarefas próprio. Este gerenciador mostrará o consumo de memória para cada guia e extensão. Por enquanto, a novidade se restringe à versão Quantum.

Embora o Firefox 63 , lançado no mês passado, tenha sido uma atualização modesta, recentemente adicionou recursos anti-rastreamento e até mesmo um monitor que verifica se seus dados foram filtrados.

Na versão 64

Agora, com o próximo lançamento do Firefox 64, vamos receber um recurso que muitos querem há algum tempo: um gerenciador de tarefas como o Chrome ou o próprio Windows .

Atualmente, se na barra de endereços do Firefox escrevermos

about:performance

o navegador nos mostra uma lista das guias abertas e os recursos que estão consumindo. Com o Firefox 64, o formato será alterado e também teremos acesso direto no menu.

Para versão 65

Nós podemos testar isso já a partir da versão beta do Firefox 64. Além disso, quando o Firefox 65 chegar, o gerenciador de tarefas receberá uma seção de “memória” que nos informará exatamente quanto de RAM cada aba aberta e cada extensão ativa consomem . Isso já pode ser testado na versão Nightly .

Além disso, o Mozilla também está trabalhando para que o gerenciador de tarefas do Firefox nos permita pausar scripts muito pesados. A ferramenta poderá mostrar scripts externos e seu consumo de recursos separados das guias nas quais eles estão sendo carregados.

Parar scripts pesados

Desta forma vamos saber se alguns scripts podem afetar o tempo de carregamento de um site. Assim, é possível bloqueá-los em um clique. Além disso, as informações do site que aparecem quando pressionamos o ícone de ponto de exclamação ao lado da barra de URL também nos mostram uma nova seção de Desempenho que indicará o impacto de energia da guia e o consumo de memória.
Claylson
Jornalista com pós graduações em Economia, Jornalismo Digital e Radiodifusão.

OpenSnitch – uma aplicação Firewall para Linux

Previous article

Fedora 31 corre risco de não ser lançado

Next article

You may also like

More in Notícias