Categorias

o-android-13-tem-codinome-interno-vazado-a-aposta-agora-e-a-sobremesa-tiramisu

Android

Games

Notícias

Tutoriais Linux

Vídeos

Notícias

16/08/2021 às 16:00

5 min leitura

Avatar Autor
Por Jardeson Márcio

Google é acusado de infringir patentes da Sonos

A acusação pode levar a uma proibição de importação

Google paga bilhões de dólares para continuar recebendo dados de usuários da Apple

O Google e a Sonos estiveram envolvidos em uma briga judicial nos últimos dois anos. Em janeiro de 2020, a Sonos processou o Google por violação de patente. E, agora a empresa obteve uma vitória antecipada com a Comissão de Comércio Internacional dos Estados Unidos contra o Google. Uma decisão preliminar foi aprovada que acusa o Google de infringir várias patentes da Sonos.

O Diretor Jurídico da Sonos, Eddie Lazarus, revelou na sexta-feira passada que a Comissão de Comércio Internacional dos Estados Unidos (ITC) emitiu uma decisão preliminar sobre sua batalha de patentes com o Google. O juiz-chefe de direito administrativo, Charles Bullock, disse que o Google infringiu “todas as cinco patentes da Sonos”. Eddie Lazarus da Sonos disse em um comunicado compartilhado com o TechCrunch:

Estamos satisfeitos que o ITC tenha confirmado a flagrante violação das invenções patenteadas da Sonos pelo Google. Esta decisão reafirma a força e a amplitude de nosso portfólio, marcando um marco promissor em nossa busca de longo prazo para defender nossa inovação contra apropriação indébita por monopólios de Big Tech.

Google perde a primeira batalha para a Sonos por, supostamente, infringir patentes

google-e-acusado-de-infringir-patentes-da-sonos

Essa primeira derrota do Google está é um marco apenas do início para o que provavelmente será uma batalha ainda mais prolongada entre as duas empresas. A reclamação de Sonos vem da própria família de alto-falantes de streaming do Google. O Google entrou na categoria, há muito dominada pela Sonos, há cerca de quatro anos e meio com o alto-falante Home original. A linha inclui uma série de produtos agora listados como Nest.

A Sonos já havia alegado que o Google está “descaradamente e conscientemente” copiando a tecnologia da Sonos para uso nos alto-falantes do Google Assistente. Se o processo entrar em vigor, pode levar a uma banda do ITC em muitos produtos de hardware do Google, incluindo alto-falantes inteligentes, o Chromecast e até mesmo os smartphones Pixel do Google.

Em um comunicado, um porta-voz do Google disse: “Não usamos a tecnologia da Sonos e competimos pela qualidade de nossos produtos e pelo mérito de nossas ideias. Discordamos dessa decisão preliminar e continuaremos defendendo nossa posição no próximo processo de revisão”.

A decisão do juiz, porém, não é final. Espera-se que o veredicto seja proferido em 13 de dezembro e, se a proibição for decretada, entrará em vigor 60 dias após o veredicto. O Google também está enfrentando ameaças semelhantes na Alemanha. Entretanto, já está se movimentando contra a Sonos, contra quem já abriu um processo.

Certamente, as empresas ainda terão um longo caminho de batalha judicial.

Via: TechCrunch

Jardeson é Mestre em Tecnologia Agroalimentar e Licenciado em Ciências Agrária pela Universidade Federal da Paraíba. Entusiasta no mundo tecnológico, gosta de arquitetura e design gráfico. Economia, tecnologia e atualidade são focos de suas leituras diárias. Acredita que seu dia pode ser salvo por um vídeo engraçado.

Últimos artigos

Newsletter

Receba nossas atualizações!

Newsletter

Receba nossas atualizações!
  • Este campo é para fins de validação e não deve ser alterado.