in

Jogadora do Texas salvou companheiro de equipe no Reino Unido depois de ouvi-lo ter uma convulsão

Ela enviou serviços de emergência para a casa de seu companheiro.

Jogadora do Texas salvou companheiro de equipe no Reino Unido depois de ouvi-lo ter uma convulsão
Imagem: Reprodução | Tech Spot.

Os jogos on-line geralmente têm uma má reputação, mas há boas histórias vindas da comunidade. Uma delas envolve uma jogadora no Texas que salvou um companheiro de equipe no Reino Unido que estava tendo uma convulsão.

Jogadora do Texas salvou companheiro

No dia 2 de janeiro, Aiden Jackson, de 17 anos, que mora na cidade britânica de Widnes, estava conversando com Dia Lathora, de 20 anos, pela internet. Eles estavam conversando quando ele de repente parou de falar. Como ele não respondeu, Lathora suspeitou que ele estivesse doente.

Lathora disse ao Liverpool Echo:

Quando ele não respondeu, instantaneamente comecei a procurar o número de emergência da União Europeia.

Ela não conseguiu encontrar o número, então chamou uma alternativa não emergencial, fornecendo o endereço de Jackson às autoridades.

Quando a polícia e os paramédicos chegaram à casa dele, os pais de Jackson estavam lá embaixo assistindo TV, sem saber o que estava acontecendo. A polícia os informou da ligação da América, avisando que seu filho estava doente. Assim, ele foi encontrado no andar de cima tendo uma convulsão.

Veja uma reportagem (em inglês) sobre o acontecido.

Ajuda na hora certa

Jackson disse à Sky News:

A próxima coisa que soube foi que estava acordando com a polícia e meus pais no meu quarto, dizendo que acabara de ter uma convulsão.

Jogadora do Texas salvou companheiro de equipe no Reino Unido depois de ouvi-lo ter uma convulsão
“A próxima coisa que soube foi que estava acordando com a polícia e meus pais no meu quarto, dizendo que acabara de ter uma convulsão”, disse Jackson à Sky News. Imagem: YouTube.

Jackson, que tem TDAH e Asperger, sofreu uma convulsão em maio de 2019. Portanto, ele foi levado às pressas para o hospital local onde foi estabilizado.

Por fim, a mãe de Jackson disse:

Somos extremamente gratos pelo que Dia fez e estamos chocados por estarmos lá embaixo e não saber que algo estava acontecendo.

Dia tinha nosso endereço, mas não tinha nenhum número de contato, por isso foi incrível ela ter conseguido ajuda de tão longe. Falei com ela e expressei nosso agradecimento. Além disso, ela ficou feliz em poder ajudar.

Fonte: Tech Spot

Escrito por Leonardo Santana

Profissional da área de manutenção e redes, astrônomo amador, eletrotécnico e apaixonado por TI desde o século passado.