in

LF – Um gerenciador de arquivos Nifty Terminal para sistemas Linux

LF - Um gerenciador de arquivos Nifty Terminal para sistemas Linux

Por padrão, a maioria dos administradores do Linux prefere trabalhar usando tão somente o Terminal. Isso porque eles consideram ser mais prático. Além disso, boa parte dos servidores existentes não possuem interface. Assim, esse número representa cerca de 95% dos servidores Linux. 

No entanto, se você quiser, pode adicionar algum diferencial ao seu terminal durante a navegação para outros diretórios. Uma das opções é o comando LF, que lhe proporciona uma boa experiência. Porém, não instale a ferramenta no ambiente de Produção, pois está em fase de desenvolvimento. Neste post, saiba mais sobre o LF – Um gerenciador de arquivos Nifty Terminal para sistemas Linux.

O que é LF?

LF significa List File é um excelente gerenciador de arquivos de terminal para sistemas Linux que foi escrito em Go Language. É fortemente inspirado pelo Ranger com alguns recursos extras e outros ausentes.

Ele fornece uma interface minimalista e agradável com uma visão sobre a hierarquia de diretórios. Também podemos ler um arquivo de texto sem abrir nenhum visualizador. Ele permite que os usuários naveguem facilmente para todo o sistema de arquivos.

Funcionalidades LF

  • Plataforma compatível  (Linux, OSX, BSDs, Windows);
  • Binário único sem nenhuma dependência de tempo de execução (exceto para o banco de dados terminfo);
  • Inicialização rápida e baixo consumo de memória (devido ao código nativo e binários estáticos);
  • Arquitetura de servidor/cliente para compartilhar a seleção de arquivos entre várias instâncias;
  • Configuração com comandos shell;
  • Atalhos de teclado personalizáveis (padrões Vi e Readline);
  • Filtragem de pré-visualização (para destaque de fonte, arquivos, pdfs/imagens como texto etc.).

Como instalar o LF no Linux

Agora que abordamos os fundamentos da ferramenta LF, vamos continuar com a instalação. Uma maneira padrão de instalar o LF é baixando o pacote binário e colocando-o no diretório $ PATH.

Vá para a página LF Releases no Github, versão de download para o seu sistema operacional, seja ele x86 (32 bits) ou x64 (64 bits)

wget https://github.com/gokcehan/lf/releases/download/r6/lf-linux-amd64.tar.gz \
-O lf-linux-amd64.tar.gz

Acesse a página LF Releases no Github e faça o download da versão mais recente do seu sistema operacional. Ele conterá um único arquivo executável, basta mover o arquivo para o diretório.

Para verificar seu diretório de caminho, execute o seguinte comando.
echo $PATH
/usr/local/sbin:/usr/local/bin:/usr/sbin:/usr/bin:/root/bin
Extraia o arquivo tar usando o seguinte comando.
tar xvf lf-linux-amd64.tar.gz

Então, substitua lf-linux-amd64.tar.gz pelo seu nome de arquivo válido. Assim, um arquivo binário será extraído para o seu diretório de trabalho atual:

Torne o arquivo executável:
chmod +x lf

Como eu disse anteriormente, basta mover o arquivo executável para o diretório do caminho.

mv lf /usr/local/bin
Finalmente, execute o comando LF para usá-lo. Pressione q para sair do comando LF.
lf

Meu terminal (LF Terminal)

Por padrão, você não terá uma página man para o comando LF. Para obter uma página man, siga os passos abaixo.

Primeiro clone a página do LF Github como abaixo.
git clone https://github.com/gokcehan/lf.git
Navegue até o diretório lf.
cd lf

Finalmente, mova o arquivo lf.1 para a pasta /usr/share/man/man1/.

mv lf.1 /usr/share/man/man1/lf.1

Agora, você pode acessar a man page para o comando LF.

man lf

Execute o comando abaixo para acessar os documentos de comando do LF.

lf -doc

Do mesmo modo, para utilizadores baseados em Arch Linux, pode instalá-lo facilmente com a ajuda do AUR Helper. Portanto, este pacote está disponível no repositório do AUR.

yay -S lf

Escrito por Fábio Trentino

Estudante de Gestão em Tecnologia da Informação na Universidade Centro Universitário Central Paulista - UNICEP - São Carlos - SP

DuckDuckGo ultrapassa um bilhão de pesquisas mensais

DuckDuckGo ultrapassa um bilhão de pesquisas mensais

ubuntu-ainda-trabalha-suporte-a-instalacao-do-zfs

Ubuntu testa novo instalador