in

Microsoft Edge pode se tornar o segundo navegador mais usado do mundo

Participação no mercado cresce antes da estreia do novo navegador.

Microsoft Edge para Android ganha suporte para Coleções

A Microsoft lançará o novo navegador baseado em Chromium dia 15 próximo e a empresa tem grandes esperanças de que isso possa finalmente servir como uma alternativa digna a empresas como Google Chrome e Mozilla Firefox. A grande expectativa da Microsoft, porém, é de que o Edge pode se tornar o segundo navegador mais usado do mundo.

E, pelo que parece, há uma chance de que pelo menos um desses dois principais nomes seja vítima de uma potencial adoção em massa do novo Edge. Especialmente porque a versão atual se aproximou muito em termos de participação de mercado.

Por que o Microsoft Edge pode se tornar o segundo navegador mais usado do mundo?

Microsoft Edge pode se tornar o segundo navegador mais usado do mundo
Logo do Chromium Edge.

Os dados fornecidos pelo NetMarketShare para dezembro de 2019 mostram que o Google Chrome continua sendo a principal opção em todo o mundo. Contudo, ao mesmo tempo, a diferença entre o Microsoft Edge e o Mozilla Firefox é muito menor.

Novo Edge em poucos dias

Especificamente, o Google Chrome foi o navegador de desktop número um com 66,59% de participação de mercado. Da mesma forma, o Mozilla Firefox ficou em segundo com 8,22%. O Microsoft Edge ficou em terceiro com 6,47%, seguido pelo Microsoft Internet Explorer com 5,77%. Portanto, o Edge tem tudo para tomar o lugar do Firefox.

Sem dúvida, o novo Edge se beneficiará da adoção em massa, pelo menos nos primeiros dias após o lançamento. Sendo assim, a Microsoft preparou a própria estratégia para garantir que as pessoas o experimentem.

O navegador equipado com Chromium será enviado por meio do Windows Update para dispositivos Windows 10 para substituir o Edge existente e se tornar o novo padrão. E, considerando seus recursos, que são muito semelhantes aos do Google Chrome, há boas chances de alguns desistirem de navegadores de terceiros e seguirem a opção nativa do Windows 10 para obter mais consistência.

Ainda não se sabe se isso acontecerá, porém,  o Edge definitivamente aumentará sua participação nos próximos meses. O navegador revisado também seria lançado no Windows mais antigo e no macOS. Por enquanto não há nada sobre a estreia para Linux.

Fonte: Softpedia

Escrito por Claylson Martins

Jornalista com pós graduações em Economia, Jornalismo Digital e Radiodifusão.

Fedora 32 Planejando fazer uso do sysusers.d do systemd para novos usuários

Fedora 32 deve fazer uso do sysusers.d do systemd para novos usuários

EA bane usuários que jogam no Linux

EA bane usuários que jogam no Linux