in

Novo patch do kernel é necessário para os jogos mais recentes do Windows via Wine

Veja o que está sendo pensado neste sentido.

Novo patch do kernel é necessário para os jogos mais recentes do Windows no Wine

Em breve, o Kernel Linux deve ganhar um novo patch voltado para jogos e aplicativos mais recentes do Windows rodando no Wine. Atualmente, eles estão usando as instruções de chamada do sistema do código do aplicativo sem recorrer à WinAPI e isso está prejudicando o suporte à emulação do Wine. Agora está sendo trabalhado o patch do kernel Linux para solucionar esse problema. Isso é feito na forma de system call isolation (isolamento de chamada do sistema) com base nas áreas de memória e com um desempenho menor do que as alternativas atualmente existentes.

Com o software Windows mais recente executando as instruções de chamada do sistema sem passar pela API do Windows, o Wine não pode interceptar e emular essas chamadas do sistema e, assim, interromper o suporte. O Wine não pode realmente refazer o processamento de todas as chamadas do sistema, pois isso prejudicaria o desempenho. Portanto, uma solução baseada em kernel Linux está sendo resolvida.

Novo patch do kernel Linux é necessário para os jogos mais recentes do Windows via Wine

Novo patch do kernel é necessário para os jogos mais recentes do Windows no Wine

Gabriel Krisman Bertazi, da Collabora, empresa de consultoria que presta assistência à Valve em vários esforços do Linux, publicou um patch inicial para o SECCOMP do kernel. Ela implementou o isolamento de chamadas do sistema com base em áreas de memória.

Embora o SECCOMP seja tradicionalmente usado para questões de segurança do Linux, essa implementação está sendo feita para a filtragem do sistema. Assim, deve descobrir se elas foram emitidas pelo Wine ou pelo código do Windows com base na área de memória. Um novo atributo de memória virtual está sendo usado para rastreamento.

Os desenvolvedores do Wine decidiram não usar a filtragem SECCOMP existente, pois descobriram que isso causava uma perda de desempenho de 10%.

O patch que implementa esse recurso SECCOMP equivale a menos de cem linhas de código e atualmente é enviado por meio de um sinalizador “solicitação de comentários” neste fim de semana na lista de discussão do kernel onde a abordagem está sendo discutida no momento.

Contudo, considerando o tempo desse trabalho, é improvável que o suporte ao SECCOMP_MEMMAP seja mesclado até pelo menos o Linux 5.9. Este só deve estar pronto no final deste ano, pois a janela de mesclagem 5.8 está muito próxima.

Escrito por Claylson Martins

Jornalista com pós graduações em Economia, Jornalismo Digital e Radiodifusão.

MicroSD agora com velocidade e capacidade de SSD

MicroSD agora com velocidade e capacidade de SSD

Linux Lite 5.0 é lançado oficialmente baseado no Ubuntu 20.04 LTS

Linux Lite 5.0 é lançado oficialmente baseado no Ubuntu 20.04 LTS