Notícias

17/11/2021 às 20:00

5 min leitura

Avatar Autor
Por Jardeson Márcio

Para o futuro, o CEO do Google se concentrará em pesquisa e IA

O foco não será o metaverso tão sonhado por outras empresas

Para o futuro, o CEO do Google se concentrará em pesquisa e IA

Muitas empresas estão muito ocupadas “projetando” os seus “metaversos” para o futuro. No entanto, essa não parece ser uma preocupação do Google, cujo CEO, Sundar Pichai, que olha para trás e enxerga em seu buscador, o futuro. O CEO do Google pretende manter seus esforços voltados para a pesquisa e a IA (Inteligência Artificial).


Em entrevista à Bloomberg, o CEO disse ter sorte de que a missão da empresa é atemporal. “Agora, a necessidade de organizar os dados é maior do que nunca”. Para o futuro, o Google não precisa muito mesmo. A empresa está bem consolidada no ramo.

Não muito tempo atrás, a Alphabet ultrapassou brevemente o valor de mercado de US $ 2 trilhões, graças às fortes vendas e ao crescimento dos lucros durante a pandemia. Quando questionado de onde viria o próximo trilhão, Pichai apontou para os principais serviços da empresa.

O CEO da empresa, prevê que os consumidores farão mais suas buscas cada vez mais por comandos de voz. “A capacidade de se adaptar a tudo isso e desenvolver a pesquisa continuará sendo o maior potencial”, disse Pichai. Revelando sua concentração na Inteligência Artificial.

O futuro do Google está alicerçado na pesquisa e na IA

para-o-futuro-o-ceo-do-google-se-concentrara-em-pesquisa-e-ia

Desde que ingressou no Google em 2015, Pichai impulsionou a empresa ainda mais na indústria de computação em nuvem e inteligência artificial. As principais áreas de atividade de crescimento da empresa, em sua opinião, são serviços em nuvem, YouTube e loja de aplicativos.

Pichai revelou que novos produtos do Google serão cada vez mais desenvolvidos e testados na Ásia, mas não na China. Depois a empresa não conseguiu estabelecer operações de busca no país em 2018. Ela precisou desligar a maioria de seus serviços de marca na RPC, e é improvável que isso mude.

No entanto, o CEO do Google considera a China um dos líderes mundiais em tecnologia nos campos mais avançados, incluindo inteligência artificial e computação quântica, por exemplo.

Os principais parceiros do Google, como Microsoft e Meta Platforms, veem o futuro da tecnologia nos mundos virtuais do metaverso. A empresa já lançou vários produtos de realidade virtual e aumentada. No entanto, agora uma nova divisão especializada foi aberta com subordinação direta ao chefe da empresa; mas ainda não há informações sobre este projeto.

De acordo com notícias anteriores do New York Times, o Google está trabalhando para conseguir um contrato com o Departamento de Defesa dos Estados Unidos. A publicaçãorevela que a divisão de nuvem da empresa nomeou engenheiros para preparar uma proposta ao Pentágono. Como parte do projeto, o Google pretende fazer uma contribuição significativa para a implementação do programa militar Joint Warfighting Cloud Capability, aponta o Gizchina.

Via: Gizchina

Jardeson é Mestre em Tecnologia Agroalimentar e Licenciado em Ciências Agrária pela Universidade Federal da Paraíba. Entusiasta no mundo tecnológico, gosta de arquitetura e design gráfico. Economia, tecnologia e atualidade são focos de suas leituras diárias. Acredita que seu dia pode ser salvo por um vídeo engraçado.

Últimos artigos

Newsletter

Receba nossas atualizações!

Newsletter

Receba nossas atualizações!
  • Este campo é para fins de validação e não deve ser alterado.