Peppermint OS 11 surge depois de 3 anos em desenvolvimento e agora baseado em Debian com ambiente Xfce

Claylson Martins
4 minutos de leitura
Peppermint OS 11 surge depois de 3 anos em desenvolvimento e agora baseado em Debian com ambiente Xfce

Uma demora que custou uma eternidade. Foram pelo menos três anos sem vermos atualizações importantes na distribuição Linux Peppermint OS. Porém, agora finalmente, depois de um longo período, surge o novo Peppermint OS 11 totalmente reformulado, com ambiente de trabalho Xfce e tendo como base o sistema operacional Debian.

Portanto, quase três anos após o lançamento do Peppermint OS 10, finalmente a comunidade responsável pelo desenvolvimento conseguiu terminar a nova versão. Este já foi um dos sistemas operacionais mais populares do mundo Linux. Quem sabe não chegou a hora de retomar esse espaço com o novo Peppermint OS 11?

A maior mudança no Peppermint OS 11 é justamente essa troca do Ubuntu pelo Debian. Mais especificamente, esta versão é construída em cima da versão Debian GNU/Linux 11 “Bullseye” e vem com a série de kernel Linux 5.10 LTS com suporte de longo prazo.

Outra grande alteração no Peppermint OS 11 diz respeito ao ambiente de desktop. A distribuição passa a ter agora o leve Xfce 4.16 em vez do LXDE, que era o ambiente de desktop padrão das versões anteriores do Peppermint OS.

Peppermint OS 11 surge depois de 3 anos em desenvolvimento e agora baseado em Debian com ambiente Xfce

Peppermint OS 11 surge depois de 3 anos em desenvolvimento e agora baseado em Debian com ambiente Xfce
Peppermint OS 11 surge depois de 3 anos em desenvolvimento e agora baseado em Debian com ambiente Xfce

Há também várias alterações na seleção de software padrão em comparação com a versão do Peppermint OS 10. Por exemplo, Nemo é usado como gerenciador de arquivos padrão em vez de Thunar. Além disso, há um conjunto simplificado de ícones e temas Xfce. Já o Calamares é usado como instalador gráfico padrão em vez do Ubiquity do Ubuntu.

Esta versão também apresenta dois novos aplicativos, o aplicativo Welcome to Peppermint que permite personalizar rapidamente o Peppermint OS instalando software extra e um navegador padrão (não há navegador instalado por padrão), bem como o Peppermint Hub, uma ferramenta que combina Configurações do Peppermint e Centro de Controle para gerenciamento do sistema.

Entre outras mudanças dignas de nota, o lançamento do Peppermint OS 11 introduz o hblock, um bloqueador de anúncios baseado em terminal que você pode ativar ou desativar a qualquer momento, um conjunto mínimo de papéis de parede da área de trabalho e habilita o Num Lock por padrão, o que pode afetar alguns layouts de teclado de laptop.

Você pode baixar o Peppermint OS 11 agora mesmo no site oficial como uma imagem ISO ao vivo e instalável para sistemas de 64 bits. Ao contrário das versões anteriores, a nova descarta o suporte para sistemas de 32 bits mais antigos. 

Share This Article
Follow:
Jornalista com pós graduações em Economia, Jornalismo Digital e Radiodifusão. Nas horas não muito vagas, professor, fotógrafo, apaixonado por rádio e natureza.