in

ReactOS terá gerenciamento de memória aprimorado

Sistema é considerado o Windows Open Source.

O ReactOS Deutschland eV contratou um de seus colaboradores de longa data para trabalhar em tempo integral. Ele vai atuar no gerenciamento de memória da implementação do “Windows de código aberto” para o próximo trimestre. O ReactOS está financiando o colaborador de longa data Jérôme Gardou para trabalhar em tempo integral pelos próximos três meses no gerenciador de memória do sistema operacional de código aberto e no código do controlador de cache em seu kernel. Sendo assim, o ReactOS terá gerenciamento de memória aprimorado.

O ReactOS espera que essa revisão do código MM/CS produza “um efeito substancial na estabilidade geral e no desempenho do ReactOS”.

Jérôme é um veterano do ReactOS que tem contribuído com o projeto desde 2009. Ele tem profundo conhecimento em quase todas as partes do ReactOS, variando de vários componentes do modo de usuário (principalmente relacionados a gráficos de baixo nível) em seus equivalentes no modo kernel e para baixo para componentes bare-metal como o gerenciador de memória do kernel.

Durante os próximos meses, Jérôme revisará os componentes Mm(Gerenciador de Memória) e Cc(Controlador de Cache) do kernel. Ambos são partes centrais do sistema operacional. Estão em cada solicitação de memória e operação de arquivo. Espera-se que melhorá-los tenha um efeito substancial na estabilidade geral e no desempenho do ReactOS.

ReactOS terá gerenciamento de memória aprimorado

ReactOS terá gerenciamento de memória aprimorado

Esse retrabalho pesado do gerenciador de memória e do controlador de cache deve trazer o design mais próximo do kernel do Windows. Além disso, vai utilizar menos espaço de endereço e simplificar o desenvolvimento nesta área, com o novo código sendo mais modular.

O trabalho será seguido pela integração da criação da seção do arquivo no caminho do código do gerenciador de memória ReactOS “moderno” (internamente conhecido como ARM3), registro de páginas em conjuntos de trabalho de processo e, finalmente, implementação de um thread para paginação de memória apropriada. Para partes que ainda não estão claras até hoje, Jérôme planeja escrever testes adicionais no modo kernel.

Este anúncio veio poucos meses depois de termos contratado Victor Perevertkin para trabalhar em tempo integral na pilha de armazenamento. Ele ainda está trabalhando para nós e prestes a concluir a portabilidade do Kernel-Mode Driver Framework (KMDF) para o ReactOS, o que nos permitirá aproveitar muitos drivers de armazenamento de código aberto escritos para Windows.

Mais detalhes sobre esse trabalho previsto para o ReactOS nos próximos três meses podem ser encontrados no anúncio de hoje em ReactOS.org .