in

Roteador Wi-Fi da SpaceX foi aprovado e internet Starlink Beta está disponível

A SpaceX enviou convites para algumas pessoas em um e-mail.

Roteador Wi-Fi da SpaceX foi aprovado e internet Starlink Beta está disponível

O serviço de internet de baixa latência e alta largura de banda da SpaceX, chamado Starlink, está agora em seus estágios finais de desenvolvimento, pois o roteador Wi-Fi do Starlink finalmente recebeu a aprovação da Federal Communications Commission (FCC).

O órgão regulador revela detalhes importantes sobre o roteador. O roteador funcionará em espectros de frequência de 2,4 GHz e 5 GHz, com duas antenas de placa de circuito impresso (PCB) e terá uma forma triangular. De acordo com documentos vazados, está claro que o roteador será fabricado em Taiwan pela Wistron NeWeb Corporation, suporta Wi-Fi 802.11b, 8.2.11a/g, 802.11n e 802.11ac e fornece ao usuário final uma taxa de transferência de dados de 866,7 Mbps.

Roteador Wi-Fi da SpaceX foi aprovado e internet Starlink Beta está disponível

Em breve, várias pessoas que se inscreveram anteriormente para obter mais informações no site do Starlink, serão selecionadas para acessar o serviço de internet via satélite. A SpaceX enviou convites para algumas dessas pessoas em um e-mail, solicitando seus endereços completos. Antes, ela solicitava os códigos postais das pessoas. Todavia, agora a empresa está buscando locais reais para saber se as pessoas poderão participar do programa beta.

Roteador Wi-Fi da SpaceX foi aprovado e internet Starlink Beta está disponível
O roteador funcionará em espectros de frequência de 2,4 GHz e 5 GHz, com duas antenas de placa de circuito impresso (PCB) e terá uma forma triangular. Imagem: Fossbytes.

Aqueles que receberam o e-mail de convite dizem que a SpaceX confirmou um lançamento beta privado para o Starlink, seguido por um beta público. A melhor parte é que os testadores beta não precisam pagar nada significativo para participar. Só serão cobrados US$ 1 uma vez para testar o sistema de cobrança.

Espera-se que o programa comece no norte dos Estados Unidos e no baixo Canadá. Além disso, os participantes devem ter uma visão clara do céu do norte para participar do programa beta. Isso ocorre porque os 600 satélites já implantados podem fornecer acesso à internet apenas entre 44 e 52 graus de latitude norte.

Fonte: Fossbytes

SpaceX lança no espaço 32 mil computadores Linux para serviço de Internet Starlink

Elon Musk: os satélites de internet Starlink da SpaceX não terão impacto na astronomia

Elon Musk tweeta pela primeira vez usando a internet via satélite da rede Starlink

Conheça o incrível e ambicioso projeto Starlink

Canais falsos da SpaceX no YouTube enganam os espectadores e arrecadam US$ 150 mil em bitcoin

Escrito por Leonardo Santana

Profissional da área de manutenção e redes, astrônomo amador, eletrotécnico e apaixonado por TI desde o século passado.