Categorias

o-android-13-tem-codinome-interno-vazado-a-aposta-agora-e-a-sobremesa-tiramisu

Android

Games

Notícias

Tutoriais Linux

Vídeos

Notícias

10/09/2019 às 13:00

4 min leitura

Avatar Autor
Por Leonardo Santana

Rússia acusa Facebook e Google de interferir em suas eleições

Reino Unido afirma que russos estavam preparando ataques hackers contra as Olimpíadas de Tóquio

Antes de mais nada, em um movimento que pode ser classificado como ‘irônico’, a Rússia acusa o Facebook e o Google de interferir com as eleições do país.

Rússia indignada com ações do Facebook e do Google

O Roskomnadzor, a agência reguladora das comunicações na Rússia, disse que as gigantes de tecnologia dos Estados Unidos permitiram que anúncios políticos aparecessem durante as eleições regionais em 8 de setembro, apesar de terem sido alertadas dois dias antes de que fazer isso violaria as leis eleitorais do país.

Rússia acusa Facebook e Google de interferir em suas eleições

Redes sociais americanas estão em atrito com o governo russo.

A agência disse:

Durante o monitoramento dos meios de comunicação no dia da votação, no motor de pesquisa do Google, no Facebook e no YouTube, publicidade política estava estabelecida.

Tais ações podem ser vistas como uma interferência nos assuntos da soberania da Rússia e prejudicar a realização de eleições democráticas na Federação Russa.

Segundo a mídia russa, Aleksandr Malkevich, um membro do alto escalão da Câmara Cívica da Rússia, disse sobre o Google:

[Eles] exibiram anúncios para o chamado sistema de ‘Votação Inteligente’ promovido por uma figura da oposição e vlogger chamado Aleksey Navalny — dizem que esses anúncios foram mostrados a usuários pesquisando por dados nas eleições locais em Moscou.

Histórico russo

A Rússia, claro, é bem conhecida por interferir nos processos democráticos de outros países. Entretanto, o plano do governo de se desconectar da internet não ajudou sua reputação quando se trata de censura e monitoramento de atividades online dos cidadãos. Além disso, o Roskomnadzor também alertou o Facebook e o Twitter que eles estão violando leis russas ao não armazenar dados no país. Logo depois, ameaçou banir o Google por não conectar seu motor de pesquisa ao banco de dados deferal com a lista de sites banidos.

Consequentemente, o Roskomnadzor disse que haveria “reação adequada” se as empresas publicassem anúncios políticos. Assim, a situação agora será “examinada cuidadosamente” pela comissão competente no Parlamento Russo.

Afinal, você já conhecia a notícia sobre a Rússia influenciar as eleições americanas? Bem, agora é a própria Rússia que está reclamando das ações do Facebook e do Google em suas eleições!

Não deixe de compartilhar!

Fonte: Tech Spot

Leia também: Como as redes sociais são usadas para influenciar votos

Profissional da área de manutenção e redes, astrônomo amador, eletrotécnico e apaixonado por TI desde o século passado.

Últimos artigos

Newsletter

Receba nossas atualizações!

Newsletter

Receba nossas atualizações!
  • Este campo é para fins de validação e não deve ser alterado.