Life is Strange 2 será lançado para Linux em 2019

Para quem usa distribuições Gnu/Linux e gosta também de games, uma boa notícia. Não precisa ficar refém de Steam, Wine e PlayonLinux. Pelo menos é esta a promessa do chamado Gamemod. Ele promete que o uso de videogames seja mais apropriado dentro dos sistemas Gnu/Linux. Gamemode é a nova ferramenta para ampliar jogos em GNU/Linux. Saiba mais sobre o Gamemode.

O GameMode é uma biblioteca para o Gnu/Linux que foi criada pela empresa Feral Interactive. A empresa alega estar preocupada com o consumo e desempenho de placas GPU Intel e AMD. Então, decidiu criar esse mecanismo que permite ajustar o desempenho da CPU. Assim, isso depende das necessidades do jogo e sempre sem danificar o hardware de computador.

GameMode é um daemon que faz escalonamento de frequência da CPU

Feral Interactive

Ou seja, o GameMode faz com que o videogame tenha todo o poder que o processador pode oferecer, sem limitações. Assim, ele pode oferecer a melhor experiência de jogo para o usuário. O GameMode é compatível com o Systemd, portanto só pode ser usado em distribuições que possuam esse sistema.

Infelizmente, o GameMode não é por padrão nem nos jogos da empresa nem em qualquer repositório oficial, mas podemos instalá-lo em qualquer distribuição. Para isso, basta ir ao repositório oficial do GitHub e seguir as instruções dos desenvolvedores. No momento, o GameMode só faz isso, mas não descarta uma versão que também melhore outras facetas dos videogames ou que esteja presente nos videogames Feral Interactive para o Gnu/Linux.

Neste artigo você conheceu um pouco sobre a ferramenta Gamemode da Feral Interactive, que tem o objetivo de melhorar a performance de jogos em GNU/Linux. Participe das discussões em nosso grupo @sitesempreupdate e acompanhe as últimas notícias em @sempreupdate, ambos no Telegram.

Claylson
Jornalista com pós graduações em Economia, Jornalismo Digital e Radiodifusão.

Nova versão de ONLYOFFICE Online Editors com índice e mecanismo de fontes melhorado

Previous article

Microsoft lança seu primeiro Linux Kernel personalizado

Next article

You may also like

Comments

Comments are closed.

More in Notícias