Notícias

01/12/2021 às 15:36

5 min leitura

Avatar Autor
Por Jardeson Márcio

Tráfego móvel registra aumento de 300 vezes em apenas uma década

Esse tráfego deve ser ainda maior nos proximos anos

Tráfego móvel registra aumento de 300 vezes em apenas uma década

De acordo com dados do Ericsson Mobility Report (Via: RSPectr), o tráfego móvel teve um crescimento de 300 vezes nos últimos dez anos. Os dados apontam ainda que, na última década, 5,5 bilhões de pessoas adquiriram smartphones e, projeta que, até o final de 2027, haverá 4,4 bilhões de usuários em redes 5G.


A projeção desses 4,4 bilhões de usuários, representa quase metade de todas as conexões móveis no mundo. As redes de quinta geração se tornarão a tecnologia de crescimento mais rápido na história da telefonia móvel, de acordo com o Ericsson Mobility Report.

Todo esse crescimento no uso de smartphones tem contribuído para o crescimento explosivo do tráfego móvel, que cresceu 42% no terceiro trimestre de 2021 em relação ao mesmo período do ano passado, de acordo com os dados. Considerando as redes de acesso fixo-sem fio (FWA), o tráfego global no terceiro trimestre de 2021 foi de 78 EB por mês, o volume projetado no final de 2027 – 370 EB por mês.

Vivemos na era digital e, muitas pessoas precisam ficar conectadas muito mais tempo que há dez anos. Na verdade, os efeitos da pandemia da COVID-19 contribuiu ainda mais para isso, fazendo com que o fluxo de dados precisasse ser aumentado.

Tráfego móvel aumenta muito nos últimos anos

trafego-movel-registra-aumento-de-300-vezes-em-apenas-uma-decada
Imagem: Reprodução | Tech Spot.

Dicar desconectado da rede mundial de computadores atualmente, é quase que impossível. Praticamente todas as tarefas do dia a dia, necessitam de internet, seja para uma pesquisa rápida para a atividade da escola do seu filho, ou mesmo para uma chamada de vídeo para falar com um parente distante, por exemplo.

Com a instalação da pandemia, muitas pessoas precisaram trabalhar de casa e, certamente esse tráfego de dados subiu muito no último ano. Além disso, atrelado às necessidades atuais, usamos a internet para muitas coisas, inclusive para controlar os nossos eletrônicos, por exemplo.

A Internet das Coisas (IoT) está se desenvolvendo ativamente, o que dá uma contribuição significativa para o tráfego. O maior segmento da IoT são os dispositivos conectados à Internet de banda larga (BBA). No final de 2021, no segmento de IoT, a quota de acesso em banda larga será de 47%, a quota de 2G/3G – 37% e a quota de tecnologias IoT em massa (Massive IoT), 16%, aponta o RSpectr.

Os próximos anos serão marcados, provavelmente, por um aumento ainda mais expressivo do tráfego de dados, o que exibe ainda mais a nossa dependência do compartilhamento e recebimento de dados, seja via comunicação por voz, vídeo, ou até mesmo no controle dos nossos dispositivos.

Via: RSpectr

Jardeson é Mestre em Tecnologia Agroalimentar e Licenciado em Ciências Agrária pela Universidade Federal da Paraíba. Entusiasta no mundo tecnológico, gosta de arquitetura e design gráfico. Economia, tecnologia e atualidade são focos de suas leituras diárias. Acredita que seu dia pode ser salvo por um vídeo engraçado.

Mais lidas

Últimos posts

Newsletter

Receba nossas atualizações!

Newsletter

Receba nossas atualizações!
  • Este campo é para fins de validação e não deve ser alterado.
×