in

Usuário acusa problemas no Código de Conduta do GNOME

Segundo ele, é preciso rever conceitos mas simples questionamentos estão sendo bloqueados.

GNOME 3.36.4 oferece melhor suporte para aplicativos "sandboxed" e autenticação de impressão digital
A maioria das mudanças está presente no componente GNOME Shell.

Uma nova polêmica envolvendo o pessoal do Fedora e do desktop GNOME surgiu na internet. Um usuário escreveu para a lista do Fedora reclamando de censura e discriminação dos moderadores da distro e do ambiente no Reddit. Na verdade, segundo ele, os tópicos falam de racismo, discriminação que o projeto GNOME estaria promovendo contra etnias e raças, especialmente latinos e afrodescendentes ou mesmo africanos.

Por mais absurdo que possa parecer, o usuário Ty Young, reclama de racismo contra brancos. Isso mesmo. Para ele, o GNOME e seus moderadores do /r/gnome subreddit estão continuamente criando controvérsias desnecessárias. A última diz respeito à publicação “Todos devemos falar” em seu site. Segundo Ty, embora à primeira vista, este post possa parecer uma coisa boa, “é cheio de hipocrisia e deu lugar a comentários aparentemente racistas e abuso de moderação por membros do GNOME, além de uma violação do seu próprio Código de Conduta“.

Ty conta que, ao todo, três tópicos foram bloqueados. Você pode acessá-los clicando nos links abaixo com os respectivos nomes em inglês:

Usuário acusa problemas no Código de Conduta do GNOME

Usuário acusa problemas no Código de Conduta do GNOME

Ty alerta que é preciso primeiramente ler o Código de Conduta do GNOME para entender a questão. Ele enumera as diretrizes presentes no código como:

  • Seja amigável. Use linguagem acolhedora e inclusiva.
  • Seja empático. Respeite os diferentes pontos de vista e experiências.
  • Seja respeitoso. Quando discordamos, fazemos isso de maneira educada e construtiva.
  • Seja atencioso. Lembre-se de que as decisões costumam ser uma escolha difícil entre prioridades concorrentes. Concentre-se no que é melhor para a comunidade. Mantenha as discussões em torno das escolhas tecnológicas construtivas e respeitosas.
  • Seja paciente e generoso. Se alguém pede ajuda, é porque precisa. Quando houver documentação disponível que responda à pergunta, aponte-a educadamente. Se a pergunta estiver fora do tópico, sugira um espaço online mais apropriado para procurar ajuda.
  • Tente ser conciso. Leia a discussão antes de comentar para não repetir o argumento.

Em seguida ele enumera alguns problemas e contradições. É o caso do GNOME dizer que prioriza a segurança de pessoas marginalizadas e que não agirá em relação a racismo e sexismo reversos, cisfobia ou ainda expressões do tipo:  “me deixe em paz”, “vá embora” ou “não estou discutindo isso com você”. Além disso, exclui críticas a comportamentos ou pressupostos racistas, sexistas, cissexistas entre muitas outras questões. “Os exemplos listados acima não são contrários ao Código de Conduta. Se você tiver dúvidas sobre as declarações acima, leia este documento.”

Em resumo, se você é branco ou qualquer outro grupo considerado não oprimido, pode ser atacado com base na cor da sua pele e não tem o direito de reclamar. Deve-se dizer, por uma questão de justiça, que o GNOME tentou esclarecer que não é isso que as pessoas estão fazendo parecer. Apesar da controvérsia e dos muitos apelos para reformular ou esclarecer as declarações feitas nesta seção do Código de Conduta do Gnome, eles se recusaram a adicionar esse esclarecimento.

Outros atores polêmicos envolvidos

Obviamente, isso resultou em uma enorme controvérsia. Até mesmo Bryan Lunduke, uma figura bastante conhecida na comunidade Linux, fez um vídeo repassando a controvérsia do Código de Conduta, que você pode ver no YouTube. Para quem não está ligando o nome a pessoa, este é o mesmo ex-editor do Linux Journal que decretou a morte lenta e dolorosa do Linux:

Outro canal do YouTube chamado “DistroTube” também fez um vídeo do YouTube relacionado à última controvérsia:

Pessoalmente, só posso interpretar as intenções do Gnome recusando-se a modificar seu Código de Conduta como um movimento do tipo cavalo de Tróia: eles dizem algo fora do registro para acalmar as pessoas e só voltar atrás quando a situação explodir. Isso é desonesto, antiético e imoral. Para um grupo ou indivíduos que muitas vezes critica os outros por suas ações desonestas, antiéticas e imorais, é hipócrita que o GNOME e seus membros individuais estejam fazendo o que estão fazendo.

Como resultado da reação criada a partir dessa controvérsia, ele acusa os membros do GNOME de usarem suas habilidades de moderação no reddit para silenciar e suprimir pontos de vista com os quais não concordam. E aí, ele cita exemplo concreto que poderia configurar uma censura a diferentes pontos de vista:

Estamos encerrando esta discussão porque ela serviu amplamente a sua finalidade e iniciou uma conversa. Obrigado a todos pelas discussões civis e gostamos de ver pontos de vista respeitosos de todos os tipos.

Alguém deve se perguntar, se o tópico continha “pontos de vista de todos os tipos” e era “discussão civil”, por que o tópico estava bloqueado? Bloquear postagens e tópicos contraria a suposta abertura do GNOME às idéias de outras pessoas, acusa Ty.

Posteriormente, alguns comentários muito perturbadores dos membros da fundação do GNOME foram feitos, como este:

… Nós absolutamente respondemos socialmente a contribuidores não brancos de maneira diferente de contribuidores brancos…

Ou seja, haveria diferenciação entre brancos e pretos.

Nesse mesmo tópico, os membros do GNOME violaram claramente outras seções de seu Código de Conduta em resposta a um comentário que Ty havia feito:

Eu acho que você realmente precisa se controlar. Várias vezes você chegou a este subreddit para provocar problemas e controvérsias. Você está contando e publicando teorias da conspiração e perguntas sobre nossas intenções, nossos personagens, nossa integridade, enquanto somos um grupo sem fins lucrativos de fonte aberta, apenas tentando fazer uma diferença positiva no mundo.

É necessário um tipo especial de pessoa para encontrar um problema com uma declaração em apoio à igualdade entre americanos e não-americanos nos termos da lei e acesso à educação de software livre. Você se interessou pela extrema esquerda, saques, vandalismo e bobagens que são apenas barulho e desfocam nossa mensagem.

Você concentrou as ações das pessoas em um subreddit totalmente diferente e afirmou que silenciamos pessoas com as quais não concordamos e que nosso CoC promove o racismo. Isso é tudo uma porcaria. Obviamente, é uma porcaria em virtude de você ainda poder postar aqui, embora as coisas que você escreve sejam vis e absolutamente insultantes.

Por fim, não queremos poder ou controle. Somos um projeto de código aberto e voluntários. Tudo o que queremos é fornecer ao mundo o que vemos como um caminho a seguir para a tecnologia e liderar pelo exemplo.

As coisas que você publica muitas vezes violam a regra nº 1 e várias outras de nossas regras. Por fim, a posição que você está adotando para definir o movimento dos direitos civis dos dias modernos como uma insurreição e pedindo leis marciais é contrária aos valores fundamentais da liberdade de expressão e liberdade de tirania nas quais nossa comunidade e cultura são construídas. Você está no gelo fino, e eu sugiro que você dê um passeio, tenha alguma perspectiva, e eu convido você a parar de postar aqui.

Esta declaração de um membro da fundação GNOME viola todas as “Diretrizes da Comunidade” em seu Código de Conduta e vai contra sua suposta abertura às idéias de outras pessoas.

Após reclamar do código de conduta do GNOME, sobrou pro  Fedora

As violações anteriores ao Código de Conduta por membros do Fedora, um projeto próximo ao GNOME, provaram que esse Código de Conduta cria apenas tribunais pseudo-canguru, em que amigos dos principais membros do projeto ou dos próprios membros do projeto podem fazer o que quiserem. Ele chega a acusar membros do Fedora de armar uma suposta extorsão por parte de Ty.

É por isso que eu e muitos outros somos contra esse Código de Conduta. Eles causam muito mais problemas do que valem. Esse último fiasco apenas pesa mais contra quem está contra esse Código de Conduta. Não que isso faça muita diferença, porque o GNOME e o Fedora não têm interesse em removê-los ou corrigi-los, apesar de muitas chamadas para isso, afirma Ty.

Ele postou a seguinte mensagem dos moderadores da distribuição:

Eu realmente aprecio que vocês estejam discutindo sobre o nosso CoC, sobre o que vocês acreditam individualmente que devemos ou não mudar. Por fim, recomendo aqueles que têm feedback para nós, para enviá- lo diretamente para [ [email protected] ] (mailto: [email protected] ) ou [ director @ gnome .org ] (mailto: [email protected] ). Nós (Fundação) gostaríamos de receber o feedback.

Infelizmente, este tópico aqui no Reddit está se tornando acumulando uma quantidade grande de violações do nosso CoC atual e espalhando uma quantidade considerável de calor e ódio.

Sinto-me triste pela necessidade de fechar outro tópico relacionado a um tópico semelhante iniciado após a mensagem de suporte do #BlackLiveMatters em nosso site GNOME.org, mas isso está realmente ficando fora de controle. E para nós, moderadores, que precisam lidar com esses incidentes, está ficando pesado.

Mais uma vez, obrigado por discutir esses tópicos, e nosso Subreddit sempre agradecerá qualquer tipo de feedback sobre qualquer assunto do GNOME. Somos uma comunidade aberta e queremos ouvir sua voz.

Racismo contra brancos (sic)

Ty acusa ainda de haver o chamado racismo reverso. Em outras palavras, seria discriminar alguém por ser branco. Ele volta suas baterias contra o que chama de censura de tópicos também relativos ao Fedora por motivações políticas. Tudo isso chega na onda de questionamentos feitos pela onda do Black Lives Matter que se espalhou dos Estados Unidos para o mundo e tem deixado o debate acalorado tanto no mundo real quanto no virtual. Ty finaliza dizendo que o GNOME precisa mudar para melhor.

O GNOME precisa ouvir sua comunidade alterando o Código de Conduta, transferir o controle do subreddit para outras pessoas e repensar como elas se envolvem com sua base de usuários e com as que não concordam com elas. É claro que eles têm grande desprezo pelos usuários que usam seu software, por isso é senso comum que eles não devam ser os moderadores do que provavelmente é o fórum do usuário do GNOME mais usado.

Escrito por Claylson Martins

Jornalista com pós graduações em Economia, Jornalismo Digital e Radiodifusão.