Hoje é:07/03/2021
Gerenciador de atualização do Linux Mint vai incentivar usuários a aplicar atualizações de segurança

Usuários do Linux Mint esquecem de aplicar atualizações de segurança

Por mais segurança que o Linux tenha, é sempre necessário estar atento às atualizações recorrentes em diversas distribuições. Porém, não é isso o que vem se passando com usuários do Linux Mint, que simplesmente esquecem de aplicar essas atualizações de segurança em seus sistemas. A constatação é da própria equipe de desenvolvedores da distribuição. Este parece ser um problema comum de uma distribuição Linux de desktop focada no iniciante e fácil de usar

Assim, tem se tornado comum não instalar novas atualizações de segurança por padrão sem a intervenção do usuário. Esta é a realidade para muitos usuários que deixam frequentemente para trás a aplicação de correções de segurança importantes.

Usuários do Linux Mint esquecem de aplicar atualizações de segurança

O blog do Linux Mint postou um aviso hoje encorajando os usuários a instalar atualizações de segurança, pois são “muito importantes”. Enquanto isso, as estatísticas internas indicam que um número significativo de usuários não aplicam as correções necessárias. “Aplique atualizações agora!” o aviso lê e também alerta os usuários para não executar versões de fim de vida (EOL) da distribuição baseada em Ubuntu / Debian.

Usuários do Linux Mint esquecem de aplicar atualizações de segurança

Embora atualizar os pacotes de distribuição do Linux para desktop seja fácil atualmente com vários utilitários gráficos, um grande número de usuários do Linux Mint não está fazendo isso. As estatísticas do servidor do Linux Mint indicam que cerca de 30% dos usuários aplicam atualizações em menos de uma semana. Até agora, por exemplo, apenas um terço dos usuários atualizou o Firefox para a versão 85 a partir dos repositórios oficiais, tendo decorrido uma semana de sua chegada.

Nem o sistema recebeu atualização

Usuários do Linux Mint esquecem de aplicar atualizações de segurança

Ainda mais preocupante é que suas estatísticas indicam que cerca de 5% a 30% dos usuários ainda estão executando o Linux Mint 17, que terminou em EOL em abril de 2019. Quase dois anos depois, isso mostra um número significativo de usuários executando softwares que nunca viram atualizações em dois anos. A medição de 5% é do rastreamento da página inicial do navegador, enquanto 30% é do monitoramento do repositório APT.

Independentemente de você estar executando o Linux Mint ou outro sistema operacional, é bom gastar algum tempo neste fim de semana para garantir que está fazendo as atualizações do sistema operacional.

Jornalista com pós graduações em Economia, Jornalismo Digital e Radiodifusão. Nas horas não muito vagas, professor, fotógrafo, apaixonado por rádio e natureza.