in

Windows 10 em breve terá um kernel Linux real

A próxima versão do Windows 10 contará com um kernel Linux real como parte do Windows Subsystem for Linux (WSL).

Richard Stallman critica a Microsoft e pede liberação do código fonte do Windows

Divulgamos aqui ontem as novidades feitas pela Microsoft em relação ao Linux. Agora, vamos explicar mais um pouco o que isso significa. Quando a Microsoft anunciou pela primeira vez o bash no Windows e trouxe o Linux para dentro do Windows como o Windows Subsystem para Linux (popularmente conhecido como WSL), poucos pensariam que o próximo passo seria trazer o kernel Linux dentro do sistema operacional Windows. Porém, a Microsoft acaba de fazer isso. Entre vários outros anúncios na conferência Microsoft Build 2019, anunciou trazer o kernel real do Linux para o Windows 10 para o WSL. Isso mesmo, com o WSL2, o Windows 10 em breve terá um kernel Linux real.

WSL 2 com kernel Linux real no Windows 10

windows-10-em-breve-tera-um-kernel-linux-real

O WSL (Windows Subsystem para Linux) é uma camada de compatibilidade do kernel do Linux para o Windows. Ele permite que muitos programas Linux (principalmente os de linha de comando) sejam executados dentro do Windows. Esse recurso também é chamado de ‘bash no Windows’.

Para usar o WSL, você pode instalar o bash no Windows através do Ubuntu, Kali Linux e OpenSUSE. Essas distribuições do Linux estão disponíveis no Windows 10 Store. Em vez de uma máquina virtual lenta, o WSL permite que você execute nativamente os comandos do Linux no Windows.

No WSL 2, a camada de compatibilidade do kernel Linux foi substituída pelo kernel real do Linux. Então, agora, se você usar o WSL, você estará usando o verdadeiro kernel Linux 4.9. Portanto, esta será a primeira vez que um kernel Linux é lançado com o Windows, o que é um verdadeiro testemunho de quanto a Microsoft se aproximou do Linux.

As vantagens do kernel real do Linux no WSL 2

Ele foi otimizado em tamanho e desempenho para proporcionar uma incrível experiência do Linux no Windows. Assim, obteremos esse kernel Linux através de atualizações do Windows. Então, significa que você obterá as últimas correções de segurança e aprimoramentos do kernel sem precisar gerenciar ele mesmo.

A inclusão do kernel real do Linux aumentará a E/S do sistema de arquivos e as chamadas do sistema. O kernel Linux especificamente otimizado torna o WSL 2 mais rápido do que o WSL 1. Em certas tarefas, como descompactar um tarball, o WSL 2 foi 20x mais rápido que o WSL 1 e cerca de 5x mais rápido usando o Git clone, npm install.

O WSL 2 também permite que o Windows execute contêineres do docker nativamente. Você provavelmente já sabe que os contêineres Docker e Linux são a espinha dorsal da indústria de TI atualmente. A maioria das implantações de software aproveitam os contêineres do Linux.

O kernel do Linux receberá correções de segurança, melhorias no kernel e outras atualizações através de atualizações do Windows. Isso significa que o kernel do Linux iniciará a atualização no meio do trabalho, como as atualizações do Windows? Ainda não se sabe.

Quando a WSL 2 está liberando? Quais distribuições do Linux estão disponíveis via WSL 2?

A WSL 2 estará disponível através do programa interno do Windows até o final de junho. O programa interno do Windows é uma espécie de programa beta para os primeiros usuários e desenvolvedores testarem os próximos recursos do Windows antes de seu lançamento final. Ainda não há data para o lançamento da WSL 2 para o público em geral.

A Canonical anunciou o suporte para o WSL 2, o que significa que você seria capaz de usar o Ubuntu através do WSL 2.

A colaboração com a Microsoft nos permite certificar o Ubuntu na WSL, incluindo contêineres Docker, Kubernetes e snaps, disse STEPHAN FABEL, DIRETOR DE PRODUTO DA CANONICAL.

Opinião sobre Kernel Linux no Windows e o chamado amor da Microsoft por Linux e Open Source

windows-10-em-breve-tera-um-kernel-linux-real

A Microsoft é famosa por sua política Embrace, Extend, Extinguish. Começou a ‘amar’ open source e Linux nos últimos anos, porém antes disso o Linux era câncer.

O chamado ‘amor pelo Linux’ parece mais ‘desejo de Linux’. A comunidade Linux está se comportando como uma adolescente apaixonada. Quem se beneficia com esse relacionamento Microsoft-Linux? Claramente, a Microsoft tem mais a ganhar aqui. A WSL tem a capacidade de encolher (desktop) o Linux para um mero aplicativo de desktop nessa parceria.

Ao trazer o kernel do Linux para o desktop do Windows 10, os programadores e desenvolvedores de software poderão usar o Linux para configurar ambientes de programação e usar ferramentas como o Docker para implantação. Eles não precisarão sair do ecossistema do Windows ou usar uma máquina virtual ou efetuar login em um sistema Linux remoto por meio do Putty ou de outros clientes SSH.

Nos próximos anos, uma população significativa da futura geração de programadores não se incomodará em experimentar o desktop Linux, porque eles farão tudo certo em seus sistemas que vêm pré-instalados com o Windows.

Linux pode se tornar um mero aplicativo do Windows

O kernel Linux continuará a crescer na infraestrutura de TI. Isso graças aos esforços da Linux Foundation apoiada pelos gigantes corporativos para seus próprios interesses.

Da mesma forma, o desktop Linux, infelizmente, verá um declínio. A Linux Foundation já não se importa com o desktop Linux. Dos milhões que recebe, literalmente nada vai para o desenvolvimento do desktop Linux. A Linux Foundation não faz nenhum esforço para suportar o Linux de desktop, provavelmente porque não gera dinheiro algum.

A Microsoft ama o Linux. A Microsoft ama o código aberto. O amor é tão profundo que abriu a magnífica calculadora do Windows para que todos nós, usuários do Linux, pudéssemos rodar essa maravilha da tecnologia.

No entanto, quando se trata de trazer produtos comerciais como o Microsoft Office para o Linux, a Microsoft lembra de repente que não há demanda suficiente para o MS Office no Linux.

Não há demanda suficiente? Então, as pessoas estavam assinando petições ou realizando protestos por uma fonte aberta de Windows?

A Microsoft é um dos maiores contribuidores para o projeto de código aberto no GitHub (plataforma agora de propriedade da Microsoft). Contudo, se você observar seus projetos, perceberá que quase todos os produtos de código aberto da Microsoft são voltados para programadores e desenvolvedores de software.

Assim, isso não é amor, Microsoft e Linux. Esta é apenas uma relação de conveniência.

Fonte

Escrito por Claylson Martins

Jornalista com pós graduações em Economia, Jornalismo Digital e Radiodifusão.

Tor corrige bug usado para ataques DDoS em sites da Onion por vários anos

Nova release Tor v0.4.0.5 lançado

ubuntu-19-10-sera-chamado-eoan-ermine

Ubuntu 19.10 será chamado “Eoan Ermine”