in

A tecnologia de rastreamento de COVID-19 da Apple e do Google está pronta

Até o momento, 22 países solicitaram a API, o que permitirá que as agências desenvolvam seus próprios aplicativos de rastreamento.

A fragmentação do Android se torna ainda mais óbvia
9 em cada 10 iPhones lançados há quatro anos já estão executando o iOS 13.

A Apple e o Google lançaram sua tecnologia de rastreamento de COVID-19 para agências de saúde pública em todo o mundo.

A API usará o Bluetooth para trocar chaves entre telefones. Se um usuário tiver um resultado positivo para a COVID-19, ele poderá informar o aplicativo de rastreamento de contatos, que usará a API para enviar notificações de exposição a pessoas com as quais ele entrou em contato. A API não coletará dados de localização nem identificará usuários.

As agências que usam a API devem concordar em usar a tecnologia apenas para rastreamento da COVID-19. Os usuários devem consentir antes que o aplicativo use a API e antes de compartilhar um resultado positivo. Os aplicativos não podem solicitar acesso aos dados de localização e não têm permissão para usar dados do usuário para itens como publicidade segmentada.

A tecnologia de rastreamento de COVID-19 da Apple e do Google está pronta
As agências que usam a API devem concordar em usar a tecnologia apenas para rastreamento da COVID-19. Os usuários devem consentir antes que o aplicativo use a API e antes de compartilhar um resultado positivo.

A tecnologia de rastreamento de COVID-19 da Apple e do Google está pronta

As agências terão que desenvolver seus próprios aplicativos de rastreamento de contatos. Na tentativa de promover a adoção e evitar a fragmentação, o uso da API será restrito a um aplicativo por país (embora possa haver alguma exceção se um país tiver optado por uma abordagem estadual ou regional).

Embora vários países tenham solicitado a API, isso não significa que todos eles a usarão. O Reino Unido disse que não usará o modelo, e países como a Austrália já lançaram suas próprias soluções. Ainda assim, a Apple e o Google esperam que mais países solicitem a API nas próximas semanas.

O Google está lançando uma atualização para que os dispositivos Android 6.0 ou superiores sejam compatíveis.

Fonte: Engadget

Leia mais:

OMS lançará um aplicativo de COVID-19 para países que não fazem seus próprios

Apple e Google se unem e colocam em risco a privacidade de usuários

Cartão de débito inteligente do Google Pay vai rivalizar com o Apple Card