in

Android – entenda a trajetória e funcionalidades do sistema operacional mais utilizado no mundo

O Android já dominou o mundo, mas é hora de conhecer como tudo começou no mundo Android!

Android é o sistema operacional mais usado atualmente. Ele foi lançado em 2007 como uma plataforma de código aberto. Depois disso, o software foi se aprimorando a cada nova versão e se tornou o maior sistema operacional do mundo. Desenvolvido pela Google e baseado no sistema kernel do Linux, ele é um software de gerenciamento de todas as tarefas do celular e fornece sua interface visual.

Além do custo mais baixo que seu principal concorrente (o sistema iOS), o Android também se destaca pela integração com um maior número de dispositivos e aplicativos, ampliando as funcionalidades disponíveis a seus usuários.

O primeiro dispositivo a receber o Android foi o HTC Dream, que foi desenvolvido pela Google para concorrer com outros sistemas da época, como o BlackBerry e o Symbian. O hardware do aparelho foi muito elogiado na época, mas o sistema Android ainda carecia de diversas funcionalidades disponíveis em seus concorrentes.

O Android 1.0 já permitia a sincronização com outros aplicativos da Google, além de possuir suporte à câmera e agrupamento de ícones de vários aplicativos. Mesmo com as críticas sobre a falta de softwares de terceiros, sua natureza aberta com integração aos serviços da Google, barra de notificações e status foram inovadoras e lhe concederam grande mérito.

O Android 2.0 Eclair, que foi antecedido pelas versões 1.1 beta, 1.5 Cupcake e 1.6 Donut, foi lançado em 2009 e visto como início de um sistema mais estável do Android. Ele possibilitou a adição de várias contas de e-mail simultaneamente, velocidade aprimorada, zoom e flash na câmera, maior velocidade, novos widgets e digitação de texto por voz. A versão 2.2 Froyo foi ainda mais rápida: cerca de cinco vezes mais rápida que o Eclair. A versão Froyo permitiu também a criação de aplicativos de aprimoramento de segurança, além da correção de erros e bugs.

A partir do Android 2.3 Gingerbread, os dispositivos com câmera frontal estavam disponíveis para Android, além da possibilidade de chamadas pela Internet e do suporte a sensores de movimento. A maior inovação do Android 3.0 Honeycomb foi o suporte a tablets. Já o Android 4.0 teve como incremento a função de captura de tela (ScreenShot).

Depois dessas inovações, houve várias atualizações do Android, havendo, inclusive, a famosa parceria com a Nestlé que rendeu o nome de KitKat ao Android 4.4. Mas inovações maiores viriam da versão 5.0 – Lollipop. Para começar, mais de um chip era suportado nessa versão. Além disso, o Material Design tornou os apps esteticamente mais atrativos. A segurança foi aprimorada e o sistema possibilitava vários usuários, similar ao Windows.

O Android 6.0 Marshmallow introduziu várias funcionalidades. Algumas delas foram a economia de bateria (modo doze) no modo stand-by, o modo “não perturbe”, suporte USB tipo-C, permissões a aplicativos sob autorização do usuário, visualização experimental em mais de uma janela e suporte para leitores de digital.

A partir do Android 7.0 Nougat, o modo “Realidade Virtual” ficou disponível, e tornou-se possível responder mensagens na própria barra de notificações. O Android 8.0 Oreo introduziu o Google Assistente como padrão no Android. Os ícones do sistema também foram padronizados.

Com o Android 9.0 Pie, o sistema utilizou o deep learning para aprender mais sobre o comportamento do usuário e priorizar o uso de bateria para aplicativos mais importantes para cada pessoa. O sistema de navegação foi simplificado, além de configurações rápidas que permitiram ao usuário adaptar seu dispositivo às suas necessidades.

O modo noturno foi inserido a partir do Android 10 em todo o sistema, que também recebeu novas funções como atalhos de compartilhamento, economia inteligente de bateria, modo deslizar para as notificações, gerenciador de arquivos com um design mais agradável, melhorias na câmera e em seus dados de profundidade, além de reconhecimento facial 3D e suporte à tecnologia de internet móvel 5G.

Aplicativos Android no Windows 10 agora estão disponíveis para todos os usuários

Android 11

O Android 11 foi lançado em 2020 e teve algumas inovações. Por exemplo, na barra de notificações dessa versão há uma área específica para conversas. Ele pretende ter funções inteligentes para facilitar a vida e a segurança do usuário, como permissões que expiram e atualizações diretamente na Google Play.

Também estão disponíveis na nova versão do Android notificações em bolhas, similares à notificação do Facebook Messenger, permitindo a navegação em apps simultaneamente ao uso de diferentes mensageiros. O usuário pode definir contatos para notificações prioritárias, que estarão disponíveis mesmo no modo não perturbe. As notificações podem ser descartadas mesmo quando estão em andamento, como em um download, por exemplo.

A reprodução de multimídias foi aprimorada, permitindo, por exemplo, a troca da reprodução em fones por reprodução em alto-falante. O usuário tem também a possibilidade de habilitar aplicativos para ter acesso a determinadas permissões uma única vez (por exemplo, o uso do microfone).

A captura de tela também foi aprimorada, permitindo a rolagem da tela durante a captura. A gravação de tela, que já era uma função do sistema iOS, agora está também disponível no Android 11.

Outras inovações do Android 11:
• Modo escuro programável
• Bluetooth não é desativado pelo modo avião
• Modo “não perturbe” ajustável de acordo com os aplicativos de interesse do usuário
• Atualizações de segurança e privacidade diretamente no Google Play
• Possibilidade de conectar sem fio em veículos compatíveis com o Android Auto
• Botão liga/desliga com mais opções inteligentes, como acesso à Google Play.

Percebe-se que a principal característica que inicialmente deu espaço no mercado para o Android foi sua flexibilidade e abertura para novas possibilidades. Desde então, ele vem se aprimorando para não apenas suprir as necessidades dos usuários, mas também surpreendê-los. Sua tecnologia, usabilidade e segurança foram aprimorados a cada versão.

As inovações disponíveis no Android 11 mostram o interesse em personalizar as permissões de aplicativos, suprindo uma recorrente demanda dos usuários sobre o uso de seus dados e sobre segurança da informação. Outras funcionalidades, como a gravação de tela, demoraram um pouco a ser lançada, mas mostram o interesse do Android em superar as funcionalidades de sua concorrência e se manter como o sistema operacional mais utilizado no mundo.

Relatório de Segurança na Nuvem de 2020 da Check Point destaca três importantes ameaças às nuvens públicas

A equipe do Google Maps quer garantir que você sempre evite trânsito

Escrito por Emanuel Negromonte

Fundador do SempreUPdate. Acredita no poder do trabalho colaborativo, no GNU/Linux, Software livre e código aberto. É possível tornar tudo mais simples quando trabalhamos juntos, e tudo mais difícil quando nos separamos.