in

Como sincronizar o Microsoft OneDrive no Linux

Como sincronizar o Microsoft OneDrive no Linux

Nem sempre é possível usar aplicativos livres. Assim, às vezes, pode ser necessário usar produtos de código fechado. Os entusiastas do código aberto adorariam ter um recurso de armazenamento baseado em nuvem. Porém, o fato é que empresas como Google, Microsoft, Amazon e Dropbox conquistaram o mercado de armazenamento em nuvem. Todas oferecem produtos confiáveis e de graça, e isso significa que sim, eles irão digitalizar ou ler seus arquivos para atender a solicitações ou veicular anúncios. É um fato da vida, mas não significa que não devemos usá-los. Neste post, saiba como sincronizar o Microsoft OneDrive no Linux.

OneDrive

O OneDrive é a oferta de armazenamento baseada em nuvem da Microsoft e, embora seja natualmente adaptado à plataforma Windows, ele se conectará a máquinas com Linux sem quaisquer esforços.

Existem diversas maneiras de fazer isso, e é aí que o script OneDrive entra em ação. O OneDrive é cliente baseado em CLI que permite sincronizar de forma rápida e fácil.

Para instalar o OneDrive, primeiro será necessário a instalação de algumas dependências e configurar o git. Então, caso já tenha instalado, poderá prosseguir com a instalação.

Vá ao terminal e digite os seguintes comandos (Para Ubuntu e distros baseadas em Debian):

sudo apt install libcurl4-openssl-dev git
sudo apt install libsqlite3-dev

Se estiver usando a versão 18.04 LTS ou mais recente, use o snap para instalar o dnd: 

Se não:

sudo wget http://master.dl.sourceforge.net/project/d-apt/files/d-apt.list -O /etc/apt/sources.list.d/d-apt.list
sudo apt-get update && sudo apt-get -y --allow-unauthenticated install --reinstall d-apt-keyring
sudo apt-get update && sudo apt-get install dmd-compiler du
Para Fedora:
sudo yum install libcurl-devel git
sudo yum install sqlite-devel
curl -fsS https://dlang.org/install.sh | bash -s dmd
Arch Linux:

Faça login na sua conta do OneDrive e conceda a permissão para acessar sua conta:

Quando isso for feito, será automaticamente redirecionado a uma página em branco. Copie e cole a URL no terminal:

É isso aí. Agora, o OneDrive começará a baixar todos os seus arquivos na nuvem para sua pasta local.

Configuração

Você poderá encontrar o arquivo “config” na pasta OneDrive git. Portanto, para torná-lo ativo, mova-o para a pasta  “~/.config/onedrive.

mkdir -p ~/.config/onedrive
cp ~/onedrive/config ~/ .config/onedrive/config

Abra o arquivo de configuração. Existem duas opções que você poderá configurar: “sync_dir” e “skip_files”.

sync_dir:  o local para armazenar seus arquivos do OneDrive. Todos os arquvos colocados/removidos desta pasta serão sincronizados com a nuvem.

skip_files: O tipo de arquivo (ou padrão de arquivo) que não será sincronizado. 

Então, depois de fazer as alterações, salve e reinicie o OneDrive.

Lista de Sincronização

Se você preferir usar a sincronização seletiva em vez de sincronizar toda a pasta do OneDrive, poderá criar um arquivo chamado “sync_list” e colocá-lo na pasta ” ~/ .config/onedrive“.  Dentro do arquivo, adicione o caminho relativo (da pasta sincronizada do OneDrive) aos arquivos/pastas que deseja sincronizar.

Por padrão, o OneDrive não é iniciado quando o usuário efetua o login. Assim, para que ele seja executado automaticamente quando você efetua o login, você poderá usar o systemd:

sudo systemctl --user enable onedrive
sudo systemctl --user start onedrive 

Do mesmo modo, apenas adicione o OneDrive ao seus aplicativos de inicialização.

Então, agora seu OneDrive será sincronizado com seu sistema Linux. Aproveite da melhor maneira! 🙂

Escrito por Fábio Trentino

Formado em Gestão em Tecnologia da Informação.
Entusiasta por projetos FOSS e por Cybersegurança.

phpMyAdmin

phpMyAdmin lança atualização crítica de software!

Mutter do GNOME adiciona alternativa para jogos em tela cheia do XWayland

GNOME 3.31.3 lançado como outro passo em direção ao GNOME 3.32