in

Ferramenta com Inteligência Artificial do Google ajuda conservacionistas (e o público) a rastrear a vida selvagem

O Wildlife Insights identifica e compartilha fotos de animais capturadas por câmeras.

Ferramenta com Inteligência Artificial do Google ajuda conservacionistas (e o público) a rastrear a vida selvagem
Imagem: Alpcem via Pixabay.

O Google já está usando sua Inteligência Artificial (IA) de identificação de animais selvagens. A gigante da internet lançou uma ferramenta chamada Wildlife Insights que ajuda os conservacionistas a rastrear a vida selvagem, não apenas analisando suas fotos, mas compartilhando-as em um site público pesquisável. A IA descarta automaticamente fotos que dificilmente incluem animais e tenta rotular os animais que encontra, acelerando drasticamente uma tarefa trabalhosa. Isso, por sua vez, ajuda os pesquisadores a rastrear populações de animais à medida que são afetadas pelas mudanças climáticas e pela intrusão humana direta. Neste artigo, veja como o Google ajuda a vida selvagem por meio desse sistema.

Ferramenta com Inteligência Artificial do Google ajuda conservacionistas (e o público) a rastrear a vida selvagem
Site Wildlife Insights. Imagem: Divulgação.

Google ajuda a rastrear a vida selvagem

Além disso, o site é poderoso, seja você um pesquisador ou não. Você pode explorar cerca de 4,5 milhões de imagens (até a data em que este artigo foi escrito) usando um mapa com filtros úteis para espécies, países, datas e projetos específicos. Se você quiser encontrar fotos de girafas no Quênia, pode ir diretamente às armadilhas fotográficas que as identificaram.

O banco de dados do Google será tão útil quanto o número de envios e não há garantia de que isso levará a esforços significativos de conservação. No entanto, isso oferece aos formuladores de políticas mais chances de tomar decisões mais informadas que possam reduzir as perdas de população animal e, esperançosamente, poupar algumas espécies da ameaça de extinção.

Neste vídeo abaixo (em inglês), veja como funciona a iniciativa:

Recentemente, o Google tem se empenhando em vários sistemas de IA. Por exemplo, a empresa lançou uma inteligência artificial capaz de identificar cheiros! Além disso, o Google usará Inteligência Artificial para otimizar a frequência com que os usuários veem anúncios.

Ainda mais, o Google está trazendo o recurso Smart Compose do Gmail para o Google Docs.

Portanto, tudo isso mostra que a empresa está realmente comprometida com a IA.

Fonte: Engadget

Escrito por Leonardo Santana

Profissional da área de manutenção e redes, astrônomo amador, eletrotécnico e apaixonado por TI desde o século passado.

FBI quer que as pessoas abandonem as senhas

As piores senhas de 2019 – A primeira da lista não vai te surpreender

Microsoft Edge pode se tornar o segundo navegador mais usado do mundo

Microsoft convida os desenvolvedores para preencher o Chromium Edge com complementos