IBM deve manter intacta cultura de código aberto

IBM deve manter intacta cultura de código aberto. Foi o que garantiu o executivo da Red Hat, vice-presidente de experiência do cliente e recrutamento, Marco Bill-Peter. Toda a comunidade ligada ao software livre e código aberto foi pega de surpresa pela compra da Red Hat pela IBM.

A declaração ocorreu durante o Red Hat Forum 2018, um evento que aconteceu em Sydney, na Austrália. Bill-Peter explicou que a aquisição teve um impacto sobre os funcionários. Do mesmo modo, ele disse que a transição deve ocorrer sem problemas, para que a cultura de código aberto permaneça intacta.

Na Red Hat, temos pelo menos 13.000 pessoas. Acredite, se a cultura de código aberto for afetada, muitas dessas pessoas vão se demitir. Nós realmente acreditamos que o código aberto e o caminho do software livre criam melhores produtos, melhor inovação, destaca Bill-Peter.

Operação independente

Como a Red Hat, empresa de código aberto, chegou a valer US$ 34 bilhões

Igualmente, Bill-Peter menciona que é fundamental que a IBM permita que a Red Hat opere independentemente. Para ele, apesar das mudanças o caminho a ser traçado não deve ser muito diferente. Assim, deve ser mantida a linha de trabalho atual.

No entanto, a IBM ainda não se pronuncia sobre os planos que tem com a Red Hat. Porém, Jim Whitehurst, CEO da Red Hat, disse que a compra de que a IBM ajudará a “acelerar o impacto do código aberto” graças a seus recursos.

A Red Hat sempre esteve na mira dos gigantes da tecnologia. Há muito tempo se falava de uma potencial aquisição. Portanto, várias partes estariam interessadas. Microsoft e o Google apareciam como potenciais favoritos na aquisição.

A compra

A IBM anunciou a compra da Red Hat no final de outubro por US$ 34 bilhões. Então, a produtora de softwares de código aberto se tornará uma unidade da divisão Hybrid Cloud da IBM. Este foi considerado um dos maiores negócios do mundo da tecnologia. 

Claylson
Jornalista com pós graduações em Economia, Jornalismo Digital e Radiodifusão.

Usuários Linux relatam problemas com placas-mãe ASRock

Previous article

As 5 melhores distribuições Linux para desenvolvimento

Next article

You may also like

More in Notícias