in

Pesquisadores afirmam que o vírus COVID-19 pode sobreviver nas telas dos smartphones por 28 dias

Não se trata apenas de superfícies de vidro.

Pesquisadores afirmam que o vírus COVID-19 pode sobreviver nas telas dos smartphones por 28 dias

Com a COVID-19 ainda abrindo caminho pela população, é uma hora ruim para deixar os bons hábitos de lado; especialmente dados os resultados de um novo estudo feito por pesquisadores australianos. Os pesquisadores afirmam que o vírus da COVID-19 pode sobreviver nas telas dos smartphones por 28 dias!

Os resultados sugerem que o vírus SARS-Cov-2 responsável pela COVID-19 pode durar quase um mês em vidro, aço inoxidável e notas de papel e polímero se mantido em temperatura de 20° C e umidade ambiente de 50%.

COVID-19 pode sobreviver nas telas dos smartphones por 28 dias

De acordo com o artigo:

A persistência do SARS-COV-2 em vidro e vinil (tela comum e materiais de proteção de tela) sugere que dispositivos touchscreen podem fornecer uma fonte potencial de transmissão e devem ser desinfetados regularmente, especialmente em ambientes multiusuário.

Pesquisadores afirmam que o vírus COVID-19 pode sobreviver nas telas dos smartphones por 28 dias
Os resultados sugerem que o vírus SARS-Cov-2 responsável pela COVID-19 pode durar quase um mês em vidro.

Não se trata apenas de superfícies de vidro. As cédulas também são tóxicas:

Embora outros estudos tenham mostrado que as notas de papel abrigam mais patógenos do que notas de polímero, esses dados demonstram que o SARS-CoV-2 persiste em notas de papel e notas de polímero por pelo menos 28 dias a 20° C, embora com uma taxa mais rápida de inativação em cédulas de polímero.

Um estudo anterior havia sugerido que o SARS-CoV-2 poderia sobreviver por alguns dias em vidro e cédulas e até seis dias em vidro e aço inoxidável.

Portanto, continue limpando os dispositivos em que você toca e lave as mãos regularmente. Existem ferramentas de desinfecção UV para smartphones; e há o velho sabão e água.

A limpeza regular de áreas de toque, como teclados, é uma boa ideia; assim como disponibilizar materiais de limpeza para sua equipe para manter as coisas limpas.

Fonte: ZDNET

AMD anuncia doações para ajudar instituições na luta contra a COVID-19

Atualização do Bluetooth pode transformar wearables em rastreadores da COVID-19

EUA acusam dois hackers chineses de tentarem roubar pesquisas da COVID-19