in

Quase 50% de todos os smartphones são afetados por bugs do Qualcomm Snapdragon

O chip DSP vulnerável pode ser encontrado em quase todos os telefones Android do planeta.

Quase 50% de todos os smartphones são afetados por bugs do Qualcomm Snapdragon

Bugs de segurança encontrados no chip DSP (Digital Signal Processor) da Qualcomm podem permitir que invasores assumam o controle de quase 50% de todos os smartphones e espionem seus usuários.

Os chips DSP adicionam complexidade, novos recursos e capacidades a qualquer dispositivo. Todavia, eles também introduzem novos pontos fracos e expandem a superfície de ataque.

Quase 50% de todos os smartphones são afetados por bugs do Qualcomm Snapdragon

De acordo com pesquisadores da Check Point:

[O chip DSP vulnerável] pode ser encontrado em quase todos os telefones Android do planeta, incluindo telefones de última geração do Google, Samsung, LG, Xiaomi e OnePlus.

Quase 50% de todos os smartphones são afetados por bugs do Qualcomm Snapdragon
Os DSPs são unidades usadas para processamento de sinal de áudio e imagem digital e telecomunicações em eletrônicos de consumo, incluindo TVs e dispositivos móveis.

De acordo com a Check Point, essas vulnerabilidades possibilitam que invasores transformem o telefone em uma ferramenta perfeita de espionagem. As informações que podem ser extraídas do telefone incluem: fotos, vídeos, gravação de chamadas, dados de microfone em tempo real, dados de GPS e localização etc.

Além disso, essas vulnerabilidades podem tornar todas as informações armazenadas no telefone permanentemente indisponíveis.

A Check Point divulgou suas descobertas à Qualcomm, que as reconheceu e notificou os fornecedores de dispositivos. Todavia, Yaniv Balmas, chefe de pesquisa na Check Point, disse:

Embora a Qualcomm tenha corrigido o problema, infelizmente não é o fim da história.

Centenas de milhões de telefones estão expostos a esse risco à segurança. Você pode ser espionado. Você pode perder todos os seus dados. Se essas vulnerabilidades forem encontradas e usadas por agentes mal-intencionados, eles encontrarão milhões de usuários de celulares quase sem nenhuma maneira de se proteger por muito tempo.

Agora cabe aos fornecedores, como Google, Samsung e Xiaomi, integrar esses patches em todas as suas linhas, tanto na fabricação quanto no mercado. Por enquanto, os consumidores devem esperar que os fornecedores também implementem correções.

Fonte: Bleeping Computer

Quick Charge 5 da Qualcomm pode ir de 0 a 50% da bateria em 5 minutos!

Samsung anuncia Galaxy Z Flip 5G com Qualcomm Snapdragon 865 Plus

Qualcomm Snapdragon 865 Plus 5G vem com melhorias de desempenho e conectividade

Chips para smartwatch da Qualcomm suportam câmeras de 16 megapixels

Conheça o Snapdragon 690 da Qualcomm que leva 5G a telefones acessíveis