in

Ubuntu 21.10 terá novo instalador

Nova versão desse instalador deve chegar mais para o final do ano.

Ubuntu 21.10 terá novo instalador

A Canonical tem trabalhado no desenvolvimento de um novo instalador de desktop baseado no kit de ferramentas Flutter do Google e eles pretendem introduzi-lo ainda este ano no Ubuntu 21.10. A Canonical Design Team e o Ubuntu Desktop Team estão colaborando no novo utilitário de instalação. 

A ferramenta usará Flutter, por meio do Curtin e aproveitará todo o esforço colocado em Subiquity, o novo instalador e ferramenta de configuração do Ubuntu Server.

Nos últimos anos, tem se falado em revisar o instalador de desktop do Ubuntu como “Ubiquity-NG” e, em particular, aproveitar os esforços de Curtin e Subiquity que foram para o novo instalador de servidor do Ubuntu que está em uso nos últimos três anos. Esse instalador baseado em Curtin está finalmente perto de entrar no centro das atenções com planos de torná-lo o novo instalador de desktop com Ubuntu 21.10.

Ubuntu 21.10 terá novo instalador

O Ubuntu atualmente usa o instalador Ubiquity em suas imagens de desktop (assim como muitos dos sabores oficiais). Introduzido pela primeira vez em 2010, o Ubiquity ainda é perfeitamente funcional e moderadamente rápido. Porém, muitos acreditam que ele precisa evoluir e já deu o que tinha de dar. Isso porque possui uma base de código envelhecida, o que torna “complicado” trabalhar com ela.

Portanto, o desenvolvimento está em andamento e será uma substituição moderna para Ubiquity.

O novo instalador aproveita Curtin já usado pela Subiquity para fornecer infraestrutura de instalação mais unificada do Ubuntu em desktops e servidores. A interface do usuário do novo instalador de desktop usará o Flutter, no qual a Canonical tem trabalhado com o Google para suporte no Linux.

Planejamento vem de 2018

O fundador do Ubuntu, Mark Shuttleworth, delineou planos para um instalador de ‘próxima geração’ em 2018, até mesmo nomeando Curtin como um componente principal. Além disso, aproveita o novo instalador de texto para Ubuntu Server (um derivado do qual é a base de um novo Ubuntu para WSL ferramenta de configuração).

Consolidar o instalador para servidor e desktop em tecnologias comuns significará que podemos oferecer uma experiência de instalação consistente e robusta em toda a família Ubuntu e concentrar nossos esforços na manutenção de uma única base de código, explica o líder de desktop do Ubuntu Martin Wimpress.

O instalador Ubiquity não vai sumir ainda. Ele continuará a lidar com novas instalações do Ubuntu 21.04 (lançado em abril). Assim, os desenvolvedores dizem que ele permanecerá no arquivo do Ubuntu para que os usuários instalem e sabores oficiais para usar no futuro.

O que dizer do Calamares e outras alternativas ao Ubiquity? Por que o Ubuntu não mudou para um deles? Tudo se resume à consistência.

O líder de desktop do Ubuntu, Martin Wimpress, diz que sua equipe avaliou os (muitos) instaladores e kits de ferramentas alternativos que existem. No entanto, sentiu que uma experiência de instalador sob medida era a melhor solução, pois será capaz de se adaptar “em todo o portfólio de produtos do Ubuntu” usando o Yaru do Ubuntu.

Além disso, o reinício dá aos desenvolvedores a chance de incorporar suporte para recursos que os usuários do Ubuntu em desktops, empresas e servidores desejam, precisam e esperam.

Os usuários podem esperar para ver o novo instalador em uso quando o Ubuntu 21.10 for lançado. Isso dá aos desenvolvedores tempo suficiente para testar a tecnologia “em produção” e decidir se ela é robusta o suficiente para apresentá-la no próximo lançamento de suporte de longo prazo (LTS).

Um repositório GitHub para o novo instalador já está ativo, provando que os desenvolvedores do Ubuntu não planejam perder mais tempo atualizando e modernizando a experiência de instalação do Ubuntu.

Este novo instalador de desktop do Ubuntu estará disponível no Ubuntu 21.10 embora não necessariamente substituindo o Ubiquity – o instalador existente permanecerá disponível pelo menos durante o ciclo de 21.10. A esperança é ter este novo instalador pronto para funcionar e totalmente ajustado na época do Ubuntu 22.04, visto que é uma versão de suporte de longo prazo.

Os planos de lançar o novo instalador do Ubuntu para o ciclo 21,10 foram apresentados no Discourse do Ubuntu.

como-instalar-o-openteam-um-app-para-comunicacao-no-ubuntu-linux-mint-fedora-debian

Como instalar o OpenTeam, um app para comunicação, no Ubuntu, Linux Mint, Fedora, Debian

Lançada versão beta do AlmaLinux para substituir o CentOS Linux

Lançada versão beta do AlmaLinux para substituir o CentOS Linux