in

Unity 2019.3 beta foi lançado com correções para Linux

Também há aprimoramentos de renderizador e melhorias para Vulkan.

Unity 2019.3 beta foi lançado com correções para Linux

A versão beta do Unity 2019.3 está agora disponível para este motor de jogo multiplataforma muito popular. Então, o Unity 2019.3 Beta foi lançado com correções para Linux. Além disso, também há aprimoramentos de renderizador e melhorias para Vulkan.

Características do Unity 2019.3 beta lançado com correções para Linux

Unity 2019.3 beta foi lançado com correções para Linux

O Unity 2019.3 Beta traz:

  • uma reformulação de seu sistema de entrada;
  • melhorias significativas em seu Universal Render Pipeline (Lightweight Render Pipeline, como era anteriormente chamado);
  • melhor aparência e suporte inicial a ray tracing.

O melhor suporte de aparência com o Unity 2019.3 vem da transferência do PhysX 3.4 da NVIDIA para a versão 4.1. O suporte a ray-tracing, por enquanto, está disponível apenas com a API DirectX DXR e, infelizmente, não há rastreamento de raio Vulkan para o suporte a Linux no momento.

Tanto o Linux quanto o Vulkan possuem várias correções nesta versão.

As correções do Vulkan são principalmente centradas no Android. No entanto, também há alguns problemas de encadeamento que foram resolvidos com essa API gráfica. Já em relação ao Linux há correções de falhas para o CentOS 7, alguns erros de OpenGL resolvidos, alguns problemas do Ubuntu resolvidos e outras correções mais comuns.

Mais detalhes sobre o Unity 2019.3 Beta mudam completamente, particularmente sobre as atualizações significativas do processador e do subsistema de entrada através desta postagem do blog.

Logic Supply anuncia o robusto PC Linux Karbon 700 com opções de CPU Core/XeonUnity 2019.3 beta foi lançado com correções para Linux

 

E se quiser um computador forte para jogar com o Linux, seus problemas acabaram. Acaba de sair o Logic Supply Karbon 300 como um PC compatível com Linux bem construído e muito durável para ambientes de baixa potência.

O Karbon 300 veio equipado com um processador Apollo Lake Atom de baixo consumo de energia. Porém, a empresa anunciou hoje o Karbon 700 com opções de CPU de núcleo de potência e Xeon de alto desempenho para computação de IoT/edge de alto desempenho.

Karbon 700

A série Karbon 700 foi construída de maneira similar à série Karbon 300 e a um formato similar (mas um pouco maior), ao mesmo tempo em que consegue processar CPUs de 35 Watts / 65 Watts ou até 80 Watts Xeon E “Coffeelake”.

O Karbon 700 também pode suportar até 16 GB de RAM, vários drives NVMe/SATA, WiFi, PoE, várias portas Ethernet e muito mais. O preço deste PC robusto começa em $ 1310 USD. O Ubuntu 18.04 LTS é oferecido como oficialmente suportado junto com o Windows 10.

Da mesma forma, outras distribuições Linux modernas devem funcionar bem com este hardware Coffeelake. O Karbon 700 tem como objetivo evoluir ao estilo CompuLab Airtop 3 para hardware resistente, equipado com Linux e de nível industrial.

Mais detalhes sobre a série Karbon 700 via LogicSupply.com.

Fonte: Phoronix

Written by Claylson Martins

Jornalista com pós graduações em Economia, Jornalismo Digital e Radiodifusão.

Huawei pode trocar o Android por um sistema operacional russo

Huawei pode trocar o Android por um sistema operacional russo

Passos para uma navegação na Web mais segura

Passos para uma navegação na Web mais segura