in

Ubuntu 19.10 Eoan Ermine virá com GNOME 3.34 e Kernel 5.3

Confira mais detalhes sobre estas implementações na distribuição da Canonical.

Ubuntu 19.10 Eoan Ermine virá com GNOME 3.34 e Kernel 5.3

Ontem, houve notícias importantes no mundo Linux: o GNOME 3.34 foi lançado oficialmente. Este é o ambiente gráfico que será usado pelo Ubuntu 19.10 Eoan Ermine, a versão do sistema operacional da Canonical que podemos usar a partir de 17 de outubro.

O primeiro dos dois itens de notícias incluídos neste artigo é que o Eoan Ermine já está usando o GNOME 3.34, algo que podemos verificar usando a ferramenta neofetch. Obviamente, é a última versão beta do ambiente gráfico.

Além disso, outra coisa que podemos fazer para verificar se realmente estamos no GNOME 3.34 é redimensionar a janela de preferências do sistema.

Se, como na apresentação em vídeo do GNOME 3.34, ao encolher, aparece uma única coluna em vez das duas usuais, estamos no GNOME 3.34.

Também podemos tentar mover os ícones no seletor de aplicativos: ao colocar um aplicativo em cima de outro, uma pasta será criada com ambos, algo possível apenas a partir da versão do GNOME lançada ontem ou seus betas.

Kernel 5.3 no Ubuntu 19.10 Eoan Ermine

Ubuntu 19.10 Eoan Ermine virá com GNOME 3.34 e Kernel 5.3

O que surpreendeu um pouco é que o Daily Build do Eoan Emine atualizou seu kernel para a versão 5.3.0-10.11.

A maioria das mídias especializadas apostaria que o Ubuntu 19.10 chegaria com o Linux 5.2, mas parece que o mês de diferença em relação ao lançamento oficial da próxima versão do Ubuntu será mais que suficiente para incluir a versão mais atualizada.

De fato, o kernel 5.3 continua sendo o oitavo lançamento. Certamente, a primeira versão estável chegará em 15 de setembro.

A menos que haja uma grande surpresa, o salto que daremos no núcleo do Ubuntu será do V5.0 Disco Dingo para a v5.3 do Eoan Ermine.

Entre as novidades da nova versão, temos o suporte inicial para a tecnologia Intel Speed Select nos processadores Cascadelake ou compatibilidade melhorada com o Apple MacBook mais recente.

Aparentemente, com o kernel e um GNOME muito mais fluidos que a versão anterior, o Ubuntu 19.10 será uma versão mais importante do que o inicialmente esperado.

Fonte: Ubunlog

Escrito por Fabiano Rodrigues

Usuário de Linux desde o Kurumin; servidor público, tecnólogo em análise e desenvolvimento de sistemas, amante de software livre e de código aberto; apaixonado por jogos, louco por rock e heavy metal, filmes e seriados.

Huawei começa a vender computadores com Deepin

Huawei começa a vender computadores com Deepin

Google pagará a França quase um bilhão de euros

Google pagará a França quase um bilhão de euros