in

Linux é o sistema operacional mais usado no Microsoft Azure

Isso já ocorre há algum tempo e números voltam a confirmar a tendência.

Linux é o sistema operacional mais usado no Microsoft Azure

A guinada da Microsoft rumo ao Linux não parece ter sido à toa. Já mostramos que o Linux é o sistema operacional mais usado no Microsoft Azure pelo menos desde o ano passado. Porém, novos números que acabam de ser divulgados confirmam essa tendência. 

A supremacia no Linux dentro de um produto da Microsoft foi mostrada em um infográfico (que você confere abaixo) produzido por Adir Ron, um estrategista de código aberto da Microsoft.

Linux é o sistema operacional mais usado no Microsoft Azure

A imagem acima mostra o Linux como sendo o sistema operacional mais usado na plataforma em nuvem do Microsoft Azure. De acordo com os mesmos dados de infográfico, o sistema operacional baseado em Linux captura 60% do mercado do Azure.

Até os 100 principais clientes da Microsoft preferem o Linux a outro sistema operacional para implantar suas workloads na plataforma de nuvem do Microsoft Azure. Isso indica claramente o domínio do Linux como um sistema operacional de servidor que deixa o próprio Windows Server da Microsoft para trás em seu próprio mercado de nuvem.

A guinada da Microsoft

Linux é o sistema operacional mais usado no Microsoft Azure

Já faz um tempo que a Microsoft deixou seu ódio ao Linux de lado e se juntou ao seu maior concorrente. Linus Torvalds já disse que nem se preocupa com isso. O mesmo não se pode dizer em relação à Richard Stallman. A empresa tem colaborado com outras do mundo open source como a Canonical, Red Hat e openSUSE, principalmente por meio do Windows Subsystem for Linux (WSL), que ganhará uma segunda versão no novo Windows 10 em breve com a promessa de executar tarefas muito mais rapidamente.

E qual o segredo pro Linux ser o preferido no Microsoft Azure?

Há pelo menos um ano foi detectado esse movimento de crescimento do Linux no Azure. A explicação é que o mundo está mudando para nuvem, pelo menos em relação à tecnologia.  E o Linux rodando no Azure fornece alta segurança, estabilidade e agilidade. Além disso, o Linux oferece a liberdade de escolher o sistema operacional desejado em uma das principais distribuições Linux, como Red Hat, OpenSUSE, Ubuntu, Debian, Oracle Linux, CentOS e CoreOS.

Além do servidor, o Windows ainda desfruta do monopólio entre o mercado de desktops que equilibra um pouco a concorrência. Contudo, mesmo no mercado de desktops, parece que os usuários do Windows 10 estão migrando para o Linux, conforme relatório do NetMarketShare e Statcounter.

Escrito por Claylson Martins

Jornalista com pós graduações em Economia, Jornalismo Digital e Radiodifusão.